Geral

Brasil sai atrás e precisa virar contra a Holanda na Itália

A Seleção Brasileira feminina de vôlei precisou superar um início instável de partida contra a Holanda, nesta quinta-feira, pelo Campeonato Mundial da modalidade. A equipe comandada por José Roberto Guimarães derrotou o adversário de virada por 3 sets a 1, parciais de 23/25, 25/20, 25/16 e 25/16. Os destaques mais uma vez foram a central […]

Arquivo Publicado em 02/10/2014, às 22h10

None

A Seleção Brasileira feminina de vôlei precisou superar um início instável de partida contra a Holanda, nesta quinta-feira, pelo Campeonato Mundial da modalidade. A equipe comandada por José Roberto Guimarães derrotou o adversário de virada por 3 sets a 1, parciais de 23/25, 25/20, 25/16 e 25/16. Os destaques mais uma vez foram a central Thaísa e a ponta Fernanda Garay.

O confronto foi válido pelo Grupo F do Campeonato Mundial da Itália, competição em que o Brasil ainda está invicto depois de sete partidas. Em sua chave da segunda fase, a equipe nacional ocupa a segunda colocação com 14 pontos, apenas um a menos do que os Estados Unidos, que nesta quinta-feira passaram pela Bulgária por 3 a 0 e chegaram a 15.

Com a segunda colocação do Grupo F, o Brasil volta à quadra do Mundial da Itália neste sábado para enfrentar a Rússia, em reedição das duas últimas finais da competição. O confronto está marcado para as 15h (de Brasília).

Para vencer o jogo contra a Holanda, a Seleção superou um início de partida com instabilidades. Mesmo no primeiro set, em que foi derrotado, o time nacional chegou a ter uma pequena vantagem no marcador, mas a deixou escapar. No segundo, quase que o cenário se repetiu, mas Zé Roberto conseguiu manter a concentração das atletas brasileiras.

A partir da terceira parcial, o Brasil jogou com mais tranquilidade e não teve problemas para superar a Holanda. No terceiro set, venceu por 25 a 16. No quarto, manteve a empolgação e fechou sem sustos.

No Grupo E, a China manteve a primeira posição ao derrotar a Croácia por 3 sets a 0, nesta quinta-feira. O time asiático soma 14 pontos em sua chave, com um de vantagem sobre a Itália, que derrotou a Bélgica em sets diretos. A República Dominicana é a terceira com 11.

Jornal Midiamax