Geral

Botafogo só empata com Audax e fica perto de eliminação

O Botafogo apenas empatou com o Audax por 2 a 2 nesta quinta-feira, em Moça Bonita, pela 12ª rodada do Campeonato Carioca. Com o resultado, o time alvinegro chegou aos 16 pontos e só um milagre lhe dará a vaga à próxima fase. Após o tropeço, a equipe precisa secar a Cabofriense, que tem 23 […]

Arquivo Publicado em 06/03/2014, às 20h40

None

O Botafogo apenas empatou com o Audax por 2 a 2 nesta quinta-feira, em Moça Bonita, pela 12ª rodada do Campeonato Carioca. Com o resultado, o time alvinegro chegou aos 16 pontos e só um milagre lhe dará a vaga à próxima fase.

Após o tropeço, a equipe precisa secar a Cabofriense, que tem 23 pontos e entra em campo também nesta quinta, às 18h30, contra o Volta Redonda. Já o Audax permaneceu na lanterna da competição, com sete pontos.

A atuação do Botafogo mais uma vez deixou a desejar. Com poucas jogadas de criação e muita lentidão, o time tinha a bola, mas não conseguia chegar ao gol do Audax. Por duas vezes no início do jogo, o volante Gabriel teve a possibilidade de arriscar chutes de fora da área. No entanto, fracassou em ambas.

O time de São João de Meriti também utilizava o mesmo expediente, com o meio-campo Willian. Em duas cobranças de falta de longa distância, o camisa 8 assustou. Antes, Balotelli tinha perdido a melhor chance do jogo, ao chutar por cima do gol de Helton Leite (substituindo Jefferson, que está com a Seleção Brasileira).

Mesmo sem pressionar muito, o Botafogo abriu o placar aos 26min. Wallyson fez boa jogada e encontrou Edilson entrando na área. O lateral rolou para o meio e Ferreyra apenas completou para o gol. Contudo, cinco minutos depois o Audax igualou através de cobrança de falta de Willian – Helton Leite falhou.

Os alvinegros seguiram desatentos e ,numa bobeada feia da defesa, o lanterna teve a chance de virar o jogo. Balotelli entrou livre na área e rolou para Washington, sem goleiro, chutar por cima do gol. O castigo veio em seguida. Edilson cobrou falta na cabeça de Marcelo Mattos, que testou no contrapé de Paulo Vitor. 2 a 1 Botafogo.

Aos 30min, quando o Audax teve uma chance de empatar, a assistente Alessandra Agra enxergou um impedimento inexistente, quando David ficou na cara do gol. Para comprovar que todo o trio de arbitragem estava mal, o comandante da partida, Wagner do Nascimento, também cometeu um erro grave. O árbitro viu pênalti de Helton Leite em Wellington, que Washington cobrou bem e deixou tudo igual.

Jornal Midiamax