O palco do MS Canta Brasil deste domingo (3) contará com o samba, o rock e a energia do grupo Sambô e o balanço e musical da banda sul-mato-grossense Cassino Boogie. Os shows começarão às 17h30 e a entrada, como sempre, é de graça.

O samba envenenado com guitarra distorcida, bateria com levada pesada, instrumentos tradicionais do samba como tantan, rebolo, pandeiro, um som cheio de swing e batucada, timbre pesado. É rock. Mas o ritmo tem a cadência do samba, e todo mundo sai sambando. Então é samba! É o Sambô.

O grupo formado por artistas de diferentes escolas e estilos musicais inova com um estilo que tem feito das apresentações uma grande festa, marcada pelo carisma dos integrantes, alegria, e irreverência.

O repertório é formado pelas canções de autoria do grupo – formado por Sandami nos vocais e percussão, Sudu Lisi na bateria, Julio Fejuca no cavaco, guitarra, banjo e vocais e Zé da Paz no pandeiro, vocais e rebolados – sempre levando em conta sugestões do público.

Já os sul-mato-grossenses do Cassino Boogie irão comemorar com o público do MS Canta Brasil 10 anos de carreira apresentando arranjos de clássicos do rock, da soul music e do tradicional funk, celebrando nomes como James Brown, o grande Tim Maia e muitos outros.

As influências da banda passam pelo tradicional funk music nacional e internacional que vai dos anos 60 a 90. E o som do grupo herda toda a competência de um dos períodos mais ricos da música, tanto aqui no Brasil como lá fora.

A banda é formada por amigos com os mesmos gostos musicais que resolveram partir para uma proposta diferente. A banda é formada por Mick Munaro (vocais), Rodrigo Paiva (guitarra e vocais), Gonçalo “Sapão” Junior (baixo e vocais), Rodrigo Nienkotter (guitarra), Emerson Cambará (bateria), André Escobar (trompete), Adriano Nascimento (sax tenor/alto) e Eric Silva (sax barítono).

No repertório estão clássicos de Elvis Presley, Ray Charles, Joe Cocker, The Commitments, The Blues Brothers, Tina Turner, Stevie Wonder, Kool & The Gang, Earth, Wind & Fire, KC & The Sunshine Band, Commodores, INXS, Rolling Stones, James Brown, Wilson Pickett, não se esquecendo do ícone nacional Roberto Carlos e sua fase soul, que vai de 1967 a 1974.