Geral

Autuori vê pressão natural dos reservas e espera ‘competição saudável’

Mais uma vez com o time reserva, o Atlético-MG teve atuação convincente diante do Villa Nova-MG, no sábado, e goleou por 4 a 1. Com a boa participação de alguns reservas, eles começam a fazer sombra aos titulares e pleitearem uma vaga entre os 11. O técnico Paulo Autuori vê a situação com bons olhos. […]

Arquivo Publicado em 02/03/2014, às 12h20

None

Mais uma vez com o time reserva, o Atlético-MG teve atuação convincente diante do Villa Nova-MG, no sábado, e goleou por 4 a 1. Com a boa participação de alguns reservas, eles começam a fazer sombra aos titulares e pleitearem uma vaga entre os 11. O técnico Paulo Autuori vê a situação com bons olhos.


O treinador disseque ainda não mexerá na equipe e vai adotar a calma, mas ele vê a briga mais acirrada depois de outra boa atuação dos reservas. “Como te falei, as coisas comigo vão acontecer com naturalidade, não tem pressa no momento, não tem pressão. A equipe é aquela que nós definimos e que vêm da época passada quando eu falei no primeiro dia que não ia mexer nas coisas”, disse.


“Agora no dia a dia, eles vão pressionando os que estão jogando, porque estão rendendo muito bem, não só o Guilherme, mas os outros também. O que a gente quer é isso, uma competição saudável, e manter o ótimo ambiente que a gente esta vivendo”, acrescentou.


Dentre os reservas, o que tem mais se destacado e vive clima de lua-de-mel com a torcida é o muitas vezes criticado Guilherme. Assim como já havia acontecido com a URT, mais uma vez ele foi o destaque no jogo contra o Villa Nova ao anotar dois gols.


No meio de semana também já tinha tido boa participação no jogo contra Santa Fé, pela Libertadores, ao dar o passe para Jô no primeiro gol do Atlético. O jogador reconhece a evolução e vibra com a boa relação com a torcida. “Verdade, é fruto do que vem fazendo em campo, quando o futebol é bem jogado o torcedor compreende e incentiva”, afirmou.


Além de Guilherme, outro jogador que está agradando o torcedor é o volante Leandro Donizete. Ele ainda não ganhou uma chance entre os titulares nesta temporada, mas tem tido participação efetiva desde que retornou de lesão e os torcedores já pedem a sua entrada na vaga de Josué, que vem sendo muito contestado.


Se os titulares quiserem manter a condição, terão que melhorar o rendimento já a partir da próxima quarta-feira, contra a Caldense, às 22h, no Mineirão, em jogo válido pela nona rodada do Estadual.

Jornal Midiamax