Geral

Autoridades buscam 108 pessoas após deslizamento em Washington

As autoridades do estado americano de Washington buscam 108 pessoas desaparecidas após um deslizamento de terra atingir uma região rural próxima à cidade de Oso, ao norte de Seattle. Segundo a rede CNN, os levantamentos feitos após a catástrofe ocorrida no sábado apontam que há pelo menos oito vítimas fatais e sete feridos com gravidade, […]

Arquivo Publicado em 24/03/2014, às 18h03

None

As autoridades do estado americano de Washington buscam 108 pessoas desaparecidas após um deslizamento de terra atingir uma região rural próxima à cidade de Oso, ao norte de Seattle. Segundo a rede CNN, os levantamentos feitos após a catástrofe ocorrida no sábado apontam que há pelo menos oito vítimas fatais e sete feridos com gravidade, incluindo um bebê.

As equipes de resgate trabalham dia e noite para localizar os sobreviventes. O deslizamento atingiu uma área de 2,5 quilômetros quadrados e foi provocado pelo acúmulo de água no solo após as fortes chuvas que atingiram a região no mês passado. “É uma devastação total”, disse Ty Trenary, xerife do condado de Snohomish, atingido pela catástrofe.

As buscas também têm sofrido com as instáveis condições de trabalho para as equipes de resgate. O chefe dos bombeiros, Travis Hots, afirmou que a prioridade é encontrar meios de manter os seus homens seguros enquanto vasculham os locais atingidos pelo deslizamento. Hots destacou que algumas áreas se transformaram em bancos de areia movediça. Acredita-se que o barro deslocado para algumas áreas alcance até 4,5 metros de profundidade.

Em um pronunciamento emitido no domingo, o governador de Washington, Jay Inslee, decretou estado de emergência na região. “Uma operação de resgate em larga escala está em andamento. Todo o esforço humano possível será utilizado aqui para resgatar e encontrar os desaparecidos”, disse Inslee. Inslee deverá conversar nos próximos dias com Agência Federal de Gestão de Emergência para requisitar um reforço do governo federal na operação de resgate.

Jornal Midiamax