Geral

Ativista anti-homofobia no futebol é esfaqueado por nazistas na Suécia

Um dos principais ativistas do movimento “Torcedores de futebol contra a homofobia”, da Suécia, foi esfaqueado e espancado por nazistas, na madrugada deste sábado, no centro Malmö, capital do país. Showan, como é conhecido, está internado em estado grave e lutando pela vida, de acordo com a imprensa local. Pelo Facebook, a torcida do time […]

Arquivo Publicado em 09/03/2014, às 18h04

None

Um dos principais ativistas do movimento “Torcedores de futebol contra a homofobia”, da Suécia, foi esfaqueado e espancado por nazistas, na madrugada deste sábado, no centro Malmö, capital do país. Showan, como é conhecido, está internado em estado grave e lutando pela vida, de acordo com a imprensa local.

Pelo Facebook, a torcida do time de Malmö fez uma postagem em solidariedade ao torcedor e deu algumas informações sobre o caso. “Hoje todos os nossos pensamentos e nosso amor vão ao nosso amigo Showan, que ontem à noite foi esfaqueado e espancado por nazistas. Showan atualmente está sedado e internado no hospital”, dizia parte do comunicado.

Em seguida, a Ultras Malmö (nome da torcida) mostrou uma postura de intolerância a esse tipo de atitude violenta: “Aqui é lugar onde todos com um coração azul (cores do time) são bem-vindos. Nunca aceitaremos qualquer tipo de racismo ou atitudes nazistas na nossa casa, ou em nossa cidade. Força!”.

O portal Motkraft disse que Showan estava em uma passeata em homenagem ao dia das mulheres antes de ser atacado. Ainda de acordo com a publicação, ele não foi o único alvo do ataque nazista.

Pelo Twitter e Facebook, milhares de torcedores vêm postando mensagens de apoio ao torcedor.

Jornal Midiamax