Geral

Árvore cai, interditada rua e moradores e bombeiros aguardam horas para a retirada dos fios

Duas famílias da Rua Engenheiro Roberto Mange, no Bairro Amambai, e o Corpo de Bombeiro aguardaram das 15h até as 19h20 desta sexta-feira (19) a empresa Energisa, concessionária responsável pelo abastecimento de energia elétrica, ir até o local e retirar a fiação elétrica para que os militares possam serrar uma árvore Sibipiruna de 15 metros, […]

Arquivo Publicado em 19/09/2014, às 22h48

None
538789070.jpg

Duas famílias da Rua Engenheiro Roberto Mange, no Bairro Amambai, e o Corpo de Bombeiro aguardaram das 15h até as 19h20 desta sexta-feira (19) a empresa Energisa, concessionária responsável pelo abastecimento de energia elétrica, ir até o local e retirar a fiação elétrica para que os militares possam serrar uma árvore Sibipiruna de 15 metros, que caiu durante a chuva de hoje.

As casas ficaram no escuro devido à queda da árvore, que atingiu um padrão de energia. A fiação é de um padrão trifásico que abastece as residências.

A rua também ficou interditada e moradores disseram que acionaram a Energisa há horas, porém nenhuma equipe foi ao local nesse período. O Corpo de Bombeiros que chegou ao local às 15h e esperou até as 20h20, momento em que funcionários da concessionária chegaram ao local. O Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança), informou que também entrou em contato para que uma equipe da empresa atendesse a ocorrência.

A jornalista Khadyne Godoy, de 28 anos, explicou que tem dois protocolos de atendimento da Energisa. “Cuido de uma pessoa acamada, e se acontece algo em que eu precise sair de casa?”, questionou. Outro morador da região, Darlan Carlos de Moraes, 30, também criticou o tempo de espera.

“Muitos moradores entraram em contato com a empresa depois da queda da árvore”, frisou, disse o também jornalista Darlan Carlos Moraes de 30 anos.

A reportagem entrou em contato com a concessionária, que informou que funcionários da empresa atendiam outras ocorrências de emergência em outros pontos da cidade. A empresa também informou que só havia um registro de cliente às 16h.

Jornal Midiamax