Geral

Arábia Saudita confirma mais 25 casos de doença respiratória que já matou mais de 100

A Arábia Saudita registrou mais 25 casos da Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers) em um momento no qual a taxa de infectados cresce e mais dois óbitos foram contabilizados devido à doença, informou o Ministério da Saúde do país. Na sexta-feira (2), sete pessoas foram confirmadas com Mers, seguidas por mais 18 neste sábado […]

Arquivo Publicado em 03/05/2014, às 17h29

None

A Arábia Saudita registrou mais 25 casos da Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers) em um momento no qual a taxa de infectados cresce e mais dois óbitos foram contabilizados devido à doença, informou o Ministério da Saúde do país. Na sexta-feira (2), sete pessoas foram confirmadas com Mers, seguidas por mais 18 neste sábado (3), o maior aumento diário já registrado. O número total de casos sauditas é de 396, com 109 mortes.

Na sexta-feira, os Estados Unidos disseram ter descoberto seu primeiro caso confirmado, encontrado em um homem que esteve há pouco tempo na Arábia Saudita. O Egito afirmou na quinta-feira que descobriu o seu primeiro caso, também de um homem que viajou para terras sauditas.

As infecções com Mers na Arábia Saudita, onde a síndrome foi descoberta há dois anos, mais do que duplicaram desde o início de abril, mas o número total de mortes tem crescido a uma taxa mais baixa.

A Mers, uma forma de coronavírus como a perigosa Sars, pode causar febre, tosse, dificuldade para respirar e pneumonia. Contudo, a transmissão entre pessoas não é fácil, e a OMS (Organização Mundial da Saúde) não recomendou restrição de viagens à Arábia Saudita.

Jornal Midiamax