Geral

Após 13 anos, líbero Fabi se aposenta da seleção brasileira de vôlei

Um dos pilares do técnico José Roberto Guimarães, a líbero Fabi decidiu que irá se aposentar da seleção brasileira de vôlei – ela já sequer jogará o Grand Prix, a partir de agosto. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, no Centro de Treinamento de Saquarema, pela atleta. Aos 34 anos, a bicampeã olímpica se despede […]

Arquivo Publicado em 13/06/2014, às 16h04

None

Um dos pilares do técnico José Roberto Guimarães, a líbero Fabi decidiu que irá se aposentar da seleção brasileira de vôlei – ela já sequer jogará o Grand Prix, a partir de agosto. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, no Centro de Treinamento de Saquarema, pela atleta. Aos 34 anos, a bicampeã olímpica se despede apenas da seleção e segue defendendo o Unilever.


“Eu vinha amadurecendo há algum tempo essa ideia. Um casamento no qual você tem dois filhos [duas medalhas olímpicas], não pode terminar assim. Você pensa, analisa os fatos, vê se você contribui nessa relação, se você deu o seu melhor”, explicou Fabi.


A jogadora também revelou que seu desejo era de deixar a seleção brasileira antes da disputa das Olímpiadas de Londres, mas que foi convencida por José Roberto Guimarães.


“No ano passado, eu ainda não estava muito madura para tomar essa decisão. Em 20 minutos, o Zé Roberto me convenceu de que eu estava equivocada. Essa é uma decisão íntima, não tenho como dizer se é certa ou errada. Mas sabia que esse dia iria acontecer. Para um atleta, é muito difícil saber a hora e o dia de parar. A sensação é de que a missão está cumprida”, completou.


Com um currículo invejável, Fabi conquistou títulos importantes pela seleção brasileira de vôlei. Entre eles a conquista do ouro olímpico em Pequim 2008 e Londres 2012; o ouro no Grand Prix em 2005, 2006, 2008, 2009 e 2013, além da prata em 2010. A prata no Mundial nas edições de 2006 e 2010. Na Copa do Campeões foi ouro em 2005 e 2013, e prata em 2009. Nos Jogos Pan-Americanos foi ouro em Guadalajara 2011 e prata no Rio de Janeiro em 2007.

Jornal Midiamax