Geral

André minimiza influência na gestão de Olarte: ‘não indiquei um sequer na prefeitura’

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), minimizou na manhã desta quarta-feira seu poder de influência sobre a administração do novo prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP). O chefe do Executivo estadual diz que,  nem sequer, tem alguém indicado por ele compondo a equipe do primeiro escalão no município. “Me pediram […]

Arquivo Publicado em 09/04/2014, às 11h58

None
2000373813.jpg

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), minimizou na manhã desta quarta-feira seu poder de influência sobre a administração do novo prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP). O chefe do Executivo estadual diz que,  nem sequer, tem alguém indicado por ele compondo a equipe do primeiro escalão no município.

“Me pediram até para indicar, mas não indiquei um sequer na prefeitura”, comentou o governador, que participa, nesta manhã, de reunião com prefeitos e secretários de assistência social, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo.

Olarte compôs o secretariado municipal a partir de indicações de vereadores e partidos, agrupando inclusive alguns secretários de Nelsinho Trad (PMDB). O novo prefeito assumiu em 13 de março, um dia depois da cassação do antecessor, Alcides Bernal (PP), pela Câmara de Vereadores.

Uma das primeiras ações do prefeito foi procurar o governador. Na ocasião, Olarte teria ido à Governadoria pedir conselhos sobre o encaminhamento de projetos e o asseguramento de verbas federais para obras no município.

Jornal Midiamax