Geral

Agentes secretos de Obama são suspensos por noitada em Amsterdã

Três agentes do Serviço Secreto do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foram enviados de volta para o seu país e suspensos temporariamente no último domingo (23) por curtirem a noite de Amsterdã, onde fariam a segurança do chefe de Estado quando este chegasse na segunda-feira (24) para sua viagem europeia, informaram várias fontes. O […]

Arquivo Publicado em 26/03/2014, às 10h57

None

Três agentes do Serviço Secreto do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foram enviados de volta para o seu país e suspensos temporariamente no último domingo (23) por curtirem a noite de Amsterdã, onde fariam a segurança do chefe de Estado quando este chegasse na segunda-feira (24) para sua viagem europeia, informaram várias fontes.

O jornal The Washington Post disse que um porta-voz do Serviço Secreto, Ed Donovan, confirmou que os três “foram enviados para casa e afastados administrativamente” por “razões disciplinares” enquanto se investiga o caso.

O incidente viola as novas regras que o Serviço Secreto, encarregado pela segurança presidencial, adotou após o escândalo de prostituição ocorrido em abril de 2012 durante a Cúpula das Américas em Cartagena das Índias, na Colômbia.

Naquele episódio, pelo menos 12 agentes levaram prostitutas aos seus quartos de hotel em Cartagena antes da visita de Obama por ocasião da Cúpula.

Jornal Midiamax