Geral

Acusado de matar ex e postar confissão no Facebook faz reconstituição do crime

Roberto Dantas da Rocha, acusado de matar a jovem Jociely Pinheiro Barbosa no último dia 13 em uma residência, localizada no bairro Jardim Primaveril, em Três Lagoas, cidade a 338 quilômetros de Campo Grande realizou nesta terça-feira (18), a reconstituição do crime. Acompanhado de três delegados da Polícia Civil e um perito criminal, o autor […]

Arquivo Publicado em 19/02/2014, às 11h23

None
1999204394.jpg

Roberto Dantas da Rocha, acusado de matar a jovem Jociely Pinheiro Barbosa no último dia 13 em uma residência, localizada no bairro Jardim Primaveril, em Três Lagoas, cidade a 338 quilômetros de Campo Grande realizou nesta terça-feira (18), a reconstituição do crime.

Acompanhado de três delegados da Polícia Civil e um perito criminal, o autor que confessou o crime em sua página no Facebook voltou ao local do homicídio e refez o seu trajeto depois de matar a facadas a jovem e tentar matar o atual namorado dela, Luciano da Silva.

O objetivo da ação, segundo o delegado responsável pelo caso, Alberto César Viera, era o de encontrar a faca usada nos crimes.

Arrependimento

Roberto, que se apresentou à polícia de Campo Grande , nesta segunda-feira (17), chegou a Três Lagoas escoltado por policiais do Garras (Grupo Armado e Repressão a Assaltos e Sequestros) e foi entregue no 2º Distrito Policial de Três Lagoas.

Na delegacia, Roberto limitou-se a dizer à imprensa que estava arrependido. Em seguida, um comboio foi formado para acompanhar os passos traçados por ele depois dos crimes.

Passos detalhados

A reconstituição que durou  duas horas, começou pela casa de Jociely. Roberto afirmou que após os crimes, saiu do local e jogou a faca em um terreno baldio nas proximidades do imóvel, porém depois de alguns minutos, afirmou que estava confuso e não se lembrava direito do local.

Varreduras foram realizadas, mas a faca não foi encontrada. Com o término da ação, Roberto foi encaminhado ao presídio de Segurança Média da cidade, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Jornal Midiamax