Geral

Três PMs são mantidos reféns em assentamento do MST na Paraíba

Três policiais militares de Pernambuco foram mantidos reféns no sábado por cerca de seis horas em um assentamento do Movimento Sem Terra (MST) em Pedras de Fogo, na Paraíba. Segundo a Polícia Civil do Estado, os policiais e dois integrantes do MST prestaram depoimento na sede do Grupo de Operações Especiais (GOE) de João Pessoa […]

Arquivo Publicado em 08/10/2013, às 14h12

None

Três policiais militares de Pernambuco foram mantidos reféns no sábado por cerca de seis horas em um assentamento do Movimento Sem Terra (MST) em Pedras de Fogo, na Paraíba. Segundo a Polícia Civil do Estado, os policiais e dois integrantes do MST prestaram depoimento na sede do Grupo de Operações Especiais (GOE) de João Pessoa e foram liberados.

O delegado Thiago Sandes contou que os policiais argumentaram que foram até o local para conversar porque no dia anterior um amigo deles havia sido feito refém. No acampamento, segundo ele, vivem cerca de 1,5 mil famílias e é de difícil acesso.

Ao chegar no lugar, os PMs foram imobilizados pelos assentados, que pensaram que eles eram seguranças da usina que fica nas proximidades. O trio só foi solto por volta das 0h30 de domingo após negociação com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os policiais foram agredidos fisicamente.

De acordo com o delegado, os PMs contaram que o grupo estava armado e que os assentados ficaram com uma das três armas dos policiais.

Jornal Midiamax