Geral

Thiago Silva e David Luiz exaltam feitos e Julio Cesar

Campeões da Copa das Confederações no último domingo, quando o Brasil bateu a Espanha por 3 a 0, no Maracanã, Thiago Silva e David Luiz estiveram entre os principais protagonistas da conquista. O zagueiro do Paris Saint-Germain teve atuação segura e depois levantou a taça como capitão, enquanto o defensor do Chelsea teve papel fundamental […]

Arquivo Publicado em 01/07/2013, às 16h03

None

Campeões da Copa das Confederações no último domingo, quando o Brasil bateu a Espanha por 3 a 0, no Maracanã, Thiago Silva e David Luiz estiveram entre os principais protagonistas da conquista. O zagueiro do Paris Saint-Germain teve atuação segura e depois levantou a taça como capitão, enquanto o defensor do Chelsea teve papel fundamental ao salvar em cima da linha um gol de Pedro na etapa inicial, quando os brasileiros venciam por 1 a 0.


Nesta segunda-feira, ao comentarem o desempenho do Brasil no torneio, os dois jogadores trocaram elogios e festejaram o fato de que triunfaram depois de terem cometido deslizes na semifinal contra o Uruguai. David Luiz cometeu um pênalti em Lugano, que acabou sendo defendido por Julio Cesar após cobrança de Forlán, enquanto Thiago Silva deu passe errado dentro da própria grande área que resultou em um gol marcado por Cavani.


Agora, porém, o sentimento é apenas de alegria e de alívio pela conquista do tetracampeonato da Copa das Confederações. “É um orgulho muito grande ser capitão da seleção brasileira. E ontem (domingo) passou um filme muito grande na minha cabeça, quando lembrei das dificuldade que eu passei até chegar até aqui. E levantar a taça em um palco como o Maracanã foi uma emoção muito grande”, disse Thiago Silva, em entrevista para a TV Globo, com David Luiz sentado ao seu lado.


David Luiz, por sinal, destacou que foi feliz ao antever o tipo de finalização que Pedro faria no lance em que poderia ter empatado o jogo para a Espanha. “Tentei salvar a equipe me jogando na bola, e graças a Deus fui feliz. Sabia que era um lance praticamente definido, e conheço o Pedro muito bem, sei que ele faz muitos gols tirando do goleiro. Foi essa leitura que fiz. Salvar um gol praticamente feito é muito bom. Esse foi um lance que jamais vou esquecer”, ressaltou.


O papel de Julio Cesar para esta conquista da seleção também foi exaltado pela dupla de zagueiros. Thiago Silva ainda enfatizou que o goleiro “emocionou todo mundo” do grupo de Felipão ao dizer aos companheiros que precisou ir para o modesto Queen’s Park Rangers, da Inglaterra, depois de ter sido dispensado pela Inter de Milão.


“O Julio teve que ir para um clube que ninguém conhecia para se reerguer. Ele falou que não deseja para ninguém o que ele passou”, ressaltou o zagueiro.


David Luiz, por sua vez, voltou a lembrar que o gol que conseguiu evitar na final de domingo foi uma espécie de “pagamento” pelo pênalti agarrado por Julio Cesar na semifinal diante dos uruguaios. “O Julio é um grande exemplo não só como jogador, mas também como pessoa. E ontem (domingo) estava falando que de alguma forma eu iria retribuir o que ele fez por mim”, destacou.

Jornal Midiamax