Geral

Terceiro acusado de assassinato de vendedor douradense se apresenta

Marcio Henrique Greff, 19, morador da Vila Hilda, em Dourados, se apresentou ontem na delegacia do 1º Distrito Policial e confessou ter participado do assassinato de Gerson Albuquerque Macena, 43. O vendedor, que era morador do Jardim Itália, foi encontrado morto na segunda-feira (2), na sitioca Campo Belo. Ele foi morto a facadas e o […]

Arquivo Publicado em 05/12/2013, às 11h55

None
634285523.jpg

Marcio Henrique Greff, 19, morador da Vila Hilda, em Dourados, se apresentou ontem na delegacia do 1º Distrito Policial e confessou ter participado do assassinato de Gerson Albuquerque Macena, 43. O vendedor, que era morador do Jardim Itália, foi encontrado morto na segunda-feira (2), na sitioca Campo Belo. Ele foi morto a facadas e o corpo chegou a ser queimado.


Greff se apresentou com uma advogada e, apesar de ter confessado participar do crime, negou a versão dada por dois acusados que já haviam sido presos por policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais) e Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira) na segunda-feira.


Junior Silva dos Santos, 18, e Jackson Willian Matias das Chagas, 20, ambos moradores no Jardim Água Boa, disseram à polícia que o crime aconteceu após uma tentativa do trio de roubar o carro da vítima e vendê-lo no Paraguai.


Já Greff, disse em depoimento que na verdade o crime foi resultado de uma briga, e um posterior acerto de contas. Ele foi ouvido e liberado em seguida, por não ter sido pego em flagrante. Santos e Chagas continuam presos.

Jornal Midiamax