Geral

Taleban diz que príncipe Harry tem ‘problema mental’ por comparar guerra com videogame

O porta-voz do movimento radical islâmico Taleban criticou nesta terça-feira (22) o príncipe Harry, da Inglaterra, por, no seu entendimento, comparar a Guerra do Afeganistão a videogame. “Mas não levamos os comentários muito a sério, porque todos já vimos e ouvimos que muitos soldados estrangeiros invasores que vêm ao Afeganistão desenvolvem algum tipo de problema […]

Arquivo Publicado em 22/01/2013, às 19h59

None

O porta-voz do movimento radical islâmico Taleban criticou nesta terça-feira (22) o príncipe Harry, da Inglaterra, por, no seu entendimento, comparar a Guerra do Afeganistão a videogame.



“Mas não levamos os comentários muito a sério, porque todos já vimos e ouvimos que muitos soldados estrangeiros invasores que vêm ao Afeganistão desenvolvem algum tipo de problema mental quando vão embora”, disse por telefone o taleban Zabiulah Mujahid à agência de notícias AFP.



“Esta é uma guerra séria, uma guerra histórica, resistência para nós, para nosso povo”, afirmou. “Há 49 países com poderosos Exércitos fracassando na luta contra os mujahidines e, agora, vem o príncipe e compara esta guerra com seus jogos de PlayStation ou seja lá como chamem.”



Ontem (21), em entrevista publicada por ocasião de seu retorno ao Reino Unido após 20 semanas de serviço militar no Afeganistão, o príncipe afirmou que já matou “inimigos” e comparou a pilotagem de helicópteros a jogos.



“É uma alegria para mim porque sou um daqueles que adora jogar PlayStation e Xbox, então, com os meus dedões, gosto de pensar que sou provavelmente bem útil”, disse. Na entrevista, Harry declarou ainda que, “se há gente tentando fazer coisas ruins com nosso pessoal, nós temos de tirá-los do jogo”.


Jornal Midiamax