Geral

Sindicato dos Bancários fazem protesto em Campo Grande contra aprovação da PL 4330

O Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS, e a Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) se mobilizarão nesta manhã de quarta-feira ( 04), em frente ao Banco Itaú, da Rua Barão do Rio Branco, na Capital. O objetivo do protesto é impedir a aprovação da PL 4330. Trata-se de uma mobilização nacional contra […]

Arquivo Publicado em 04/07/2013, às 11h48

None

O Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS, e a Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) se mobilizarão nesta manhã de quarta-feira ( 04), em frente ao Banco Itaú, da Rua Barão do Rio Branco, na Capital. O objetivo do protesto é impedir a aprovação da PL 4330.

Trata-se de uma mobilização nacional contra o substituto do deputado federal Artur Maia (PMDB-BA), relator do Projeto de Lei 4330 de 204 do deputado federal Sandro Mabel (PMDB-GO), que regulamenta a terceirização dos empregos, visando flexibilizar e reduzir os direitos trabalhistas garantidos na CLT e na Constituição Federal

Após quase 10 anos tramitando no Congresso Nacional, o projeto corre o risco de ser aprovado no próximo dia 9 de julho, quando voltará à pauta da CCJC (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) da Câmara dos Deputados.

Por meio de mobilização de entidades da CUT e participação dos sindicatos de bancários junto aos parlamentares e ao governo, que compareceram em peso à reunião da CCJC ocorrida em 11 de junho, impediu que o PL 4330 fosse votado naquele mesmo dia. Mas o projeto voltará a ser apreciado novamente na CCJC.

“Os nefastos impactos do PL 4330 sobre os direitos trabalhistas exigem forte mobilização dos bancários e de toda a classe trabalhadora”, reforça o presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro.

Jornal Midiamax