Geral

Senado passa toda a manhã e início da tarde sem acesso a internet e rede interna

Um apagão na rede interna do Senado deixou senadores e funcionários sem acesso a internet e até a impressoras na Casa durante toda a manhã e o início da tarde de hoje (8). A queda dos serviços foi provocada por uma pane e foi necessária a substituição de um disjuntor do sistema de alimentação de […]

Arquivo Publicado em 08/10/2013, às 20h08

None

Um apagão na rede interna do Senado deixou senadores e funcionários sem acesso a internet e até a impressoras na Casa durante toda a manhã e o início da tarde de hoje (8). A queda dos serviços foi provocada por uma pane e foi necessária a substituição de um disjuntor do sistema de alimentação de energia do Datacenter, localizado na Secretaria de Processamento de Dados do Senado (Prodasen), que apresentou defeito.


Todos os serviços relacionados aos sistemas de processamento de rede, de armazenamento de dados e diversos equipamentos responsáveis pela intranet, internet e correio eletrônico foram interrompidos. Por volta das 15h30 os serviços de internet começaram a ser normalizados, mas o acesso a emails internos, por exemplo, ainda não estava acessíveis. Por volta das 16h30 todo o serviço voltou a funcionar, segundo nota divulgada pela assessoria de comunicação do Senado.


A Secretaria Geral da Mesa Diretora informou que a instabilidade na rede não afeta as votações no plenário da Casa, mesmo as nominais, porque o painel não é ligado diretamente à parte que foi afetada. No entanto, senadores reclamaram das dificuldades no trabalho legislativo provocadas pela pane.


O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) relatou a dificuldade em ter acesso a pareceres sobre projeto em discussão nas comissões e relatórios técnicos produzidos pela consultoria legislativa. “Foi uma perturbação geral, até nossa telefonia ficou perturbada”, reclamou Ferreira.


No começo da tarde, quando a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Orçamento Impositivo começou a ser discutida na CCJ, o senador reclamou de não ter conseguido ler o adendo apresentado pelo relator ao seu voto em função da falta de acesso à internet. “Cheguei a sugerir que nós nos mudássemos para uma lan house porque a assessoria da liderança do PSDB realmente precisou procurar uma dessas casas de acesso à internet para imprimir um parecer sobre a constitucionalidade das emendas à PEC do Orçamento Impositivo e me entregar”, relatou.

Jornal Midiamax