Geral

Sem quase meio time, Palmeiras testa força de elenco contra ABC

A partida entre Palmeiras e ABC, às 16h20 (de Brasília) deste sábado, servirá para o time paulista ter uma noção da força de seu elenco, já que o técnico Gilson Kleina não poderá contar com diversos atletas. Mesmo com as dificuldades para o confronto no Frasqueirão, o Verdão almeja dar sequência à campanha tranquila nesta […]

Arquivo Publicado em 05/10/2013, às 11h58

None

A partida entre Palmeiras e ABC, às 16h20 (de Brasília) deste sábado, servirá para o time paulista ter uma noção da força de seu elenco, já que o técnico Gilson Kleina não poderá contar com diversos atletas. Mesmo com as dificuldades para o confronto no Frasqueirão, o Verdão almeja dar sequência à campanha tranquila nesta Série B do Campeonato Brasileiro.

“Com essas ausências, podemos ter mais de 50% fora, mas vamos usar nosso elenco e esperamos neutralizar os pontos fortes do ABC. Enfrentamos, além de uma temperatura que não estamos acostumados, uma equipe que ganhou fora de casa”, afirmou Kleina. “Faremos a formatação da equipe dentro da nossa realidade”.

Neste sábado, o treinador não poderá contar com o meia Valdivia e o zagueiro Henrique, que ficarão longe do Palmeiras por quatro rodadas. A dupla recebeu o terceiro cartão amarelo na rodada passada e, além disso, se apresentarão às seleções de Chile e Brasil. Para a vaga do camisa 10, Kleina tem o retorno de Mendieta, que acaba de cumprir suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Já para a defesa, o problema do treinador é maior, já que o substituto imediato de Henrique é Tiago Alves, que está fora porque vem se recondicionando fisicamente. Assim, o treinador coloca André Luiz na dupla com Vilson. Na lateral direita, o técnico fica sem Luis Felipe, que faz tratamento para se recuperar de inflamação nas duas canelas e continuará sendo substituído pelo volante improvisado Wendel.

Os desfalques chegam também ao ataque, pois Leandro está fora depois de ter sido expulso na vitória sobre o Oeste. Quem poderia assumir o lugar do atleta é Vinícius, mas o prata da casa também foi vetado para o confronto devido a uma lesão no tornozelo direito. Desta forma, Serginho deve receber sua oportunidade na linha de frente, junto com Alan Kardec, que escapou de punição no STJD.

Para completar o cenário, o lateral esquerdo Juninho, que viajou com a delegação para Natal, sentiu uma indisposição e não pôde treinar na sexta, mas ainda tem chance de jogar. Se for vetado, o atleta cederá sua vaga a Marcelo Oliveira, em meio à tentativa de Kleina de fazer a escalação toda modificada funcionar.

“Quando há uma mudança de até seis jogadores, você perde o padrão. Não que eu não tenha confiança na qualidade dos que entram, mas falta ritmo”, admitiu o treinador. O Palmeiras ocupa a liderança da segunda divisão, com 59 pontos, dez acima da vice-líder Chapecoense.

Já o ABC está animado com a série de três vitórias consecutivas na competição. Os triunfos tiraram a equipe da última posição da Série B depois de 22 rodadas consecutivas na lanterna. Por isso, os donos da casa têm a esperança de um novo êxito, na luta contra a zona de rebaixamento.

O técnico da equipe, Roberto Fernandes, que terá os retornos de Lino e Edson, considera o apoio da torcida fundamental, mas admite a dificuldade de um confronto com o líder isolado da competição.

“Vamos agora para um jogo muito difícil, contra o Palmeiras, que é o grande favorito, não só pela qualidade e tradição, mas pelo que vem mostrando na competição. Vamos nos preparar bem e, mais uma vez, o apoio do nosso torcedor será fundamental”, afirmou.

Jornal Midiamax