Geral

Sejusp dá dicas de segurança para viagens durante o feriado prolongado

Com a chegada do feriado prolongado, é comum que as pessoas se organizem para viajar a outras cidades. Nesses momentos a atenção deve ser redobrada para não estragar os planos e antecipar o retorno. A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) dá algumas dicas para evitar surpresas indesejáveis na volta para casa. […]

Arquivo Publicado em 27/03/2013, às 01h47

None

Com a chegada do feriado prolongado, é comum que as pessoas se organizem para viajar a outras cidades. Nesses momentos a atenção deve ser redobrada para não estragar os planos e antecipar o retorno. A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) dá algumas dicas para evitar surpresas indesejáveis na volta para casa.

A orientação é não comentar a viagem perto de pessoas estranhas, mas a um vizinho de confiança, fazendo contato com ele constantemente para saber se está tudo bem. É importante também combinar, com os vizinhos, códigos de emergência para sinalizar situações de perigo.

Outra dica é não deixar joias ou dinheiro, mesmo que seja em um cofre, dentro de casa. O ideal é utilizar cofre de bancos. Só deixe as chaves da casa com pessoas de confiança.

A Sejusp também orienta carregar o veículo dentro da garagem, evitando que pessoas estranhas percebam a ausência do morador. Se possível, instale equipamentos de segurança, como cadeados, travas em portas e janelas, olho mágico, interfone, porteiro eletrônico, grades de proteção, entre outros.

Desligue a campainha, assim deixará em dúvida quem quiser usá-la para apenas verificar se o proprietário está ou não em casa. É aconselhável evitar que cadeados fiquem no lado externo do portão, já que podem denunciar a ausência dos moradores.

Uma dica importante é a instalação de um aparelho de fotocélula para acender e apagar as luzes externas à noite e durante o dia, respectivamente. Não deixe luzes acesas durante o dia, pois isso significa ausência de moradores, e também evite aspecto de abandono. Em ausências prolongadas, a Sejusp orienta pedir a algum parente ou vizinho que visite a casa, para realizar atividades que demonstrem a presença de pessoas, como abrir janelas, regar jardim ou recolher a correspondência.

Para viagens prolongadas é bom suspender a entrega de jornais, revistas ou gêneros alimentícios. Se possuir animal, como um cachorro, o vizinho ou a pessoa que estiver cuidando da casa pode deixá-lo solto no quintal durante a noite.

Na volta do feriado, antes de abrir o portão da residência, principalmente se for no período noturno, procure verificar se nas imediações não há nenhum indivíduo em atitude suspeita.

Jornal Midiamax