Geral

Russo confirma licença de 120 dias e Ruben Figueiró assume vaga no Senado

O suplente Ruben Figueiró (PSDB) será o novo senador de Mato Grosso do Sul a partir do dia 30 de janeiro. A assessoria do senador Antônio Russo (PR) protocolou há poucos minutos no Senado Federal um novo pedido de licença, por 120 dias. Nesta terça-feira (22)  Ruben Figueiró já tinha adiantado que foi informado por […]

Arquivo Publicado em 22/01/2013, às 19h02

None

O suplente Ruben Figueiró (PSDB) será o novo senador de Mato Grosso do Sul a partir do dia 30 de janeiro. A assessoria do senador Antônio Russo (PR) protocolou há poucos minutos no Senado Federal um novo pedido de licença, por 120 dias.

Nesta terça-feira (22)  Ruben Figueiró já tinha adiantado que foi informado por um filho de Russo, na última quinta-feira (17), que o pai formalizaria uma nova licença. Figueiró trabalha para assumir o mandato dia 30 de janeiro, para votar na eleição da nova Mesa Diretora.

O novo senador já fez até compromisso com os eleitores, dizendo que estará no Senado para servir o Estado e o País. “Serei um peão do povo no Senado”, prometeu, justificando que, como fazendeiro, sabia da importância do peão.

Em julho de 2012, Russo sofreu AVC (Acidente Vascular Cerebral) e acumula três licenças.O suplente só não assumiu antes porque, pelo regimento interno do Senado, ele é convocado quando a licença atingir 120 dias. Os pedidos anteriores somaram 110 dias, mas o afastamento ultrapassou o prazo, somando-se período de recesso e faltas.

Figueiró iniciou as atividades parlamentares como deputado estadual pelo Mato Grosso em 1970 e foi reeleito em 1974. Com a criação do Estado de Mato Grosso do Sul, virou deputado federal, reelegendo-se em 1982 e 1986. O novo senador também foi titular da Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Jornal Midiamax