Geral

Receita Federal mantém Operação Pente Fino em Mundo Novo

Auditores da Receita Federal mantem a Operação “pente fino” no Posto Fiscal Ilha Grande, na cidade de Mundo Nova – distante a 462 km de Campo Grande. As fiscalização iniciaram na quinta-feira (28). O objetivo é verificar a regularidade das mercadorias adquiridas no Paraguai. Agentes da Receita Federal comandados pelo auditor fiscal, Guilhermo Cardozo, realizaram […]

Arquivo Publicado em 31/03/2013, às 13h44

None
750286400.jpg

Auditores da Receita Federal mantem a Operação “pente fino” no Posto Fiscal Ilha Grande, na cidade de Mundo Nova – distante a 462 km de Campo Grande. As fiscalização iniciaram na quinta-feira (28). O objetivo é verificar a regularidade das mercadorias adquiridas no Paraguai.

Agentes da Receita Federal comandados pelo auditor fiscal, Guilhermo Cardozo, realizaram uma super blitz na BR – 163. Todos os veículos, sem exceção, que circulavam pela rodovia foram vistoriados.

Guilhermo destaca que todos podem comprar no Paraguai, desde que declarem as compras que excedem os 300 dólares permitidos por lei. “Se acaso, os compradores não declararem o excesso, quando forem parados para a verificação, perderão as mercadorias adquiridas, que serão consideradas produtos de contrabando”, disse o auditor.

Segundo ele, os consumidores precisam ficar atentos porque existem mercadorias que são totalmente proibidas de entrarem no Brasil, como por exemplo, suplementos alimentares, partes e peças de veículos, assim como munições, armas e drogas. Guilhermo destaca ainda que as blitz serão rotineiras.

Jornal Midiamax