Geral

“Quanto menos candidaturas, melhor para Dilma”, diz líder do PT na Câmara

Após se reunir com a presidente Dilma Rousseff e outros líderes da base aliada, o líder do PT na Câmara dos Deputados, José Guimarães (CE), afirmou nesta segunda-feira (7) que a petista sai fortalecida com a aliança entre a ex-senadora Marina Silva e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). “O quadro, no momento, favorece […]

Arquivo Publicado em 07/10/2013, às 20h57

None

Após se reunir com a presidente Dilma Rousseff e outros líderes da base aliada, o líder do PT na Câmara dos Deputados, José Guimarães (CE), afirmou nesta segunda-feira (7) que a petista sai fortalecida com a aliança entre a ex-senadora Marina Silva e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).


“O quadro, no momento, favorece a presidenta. Havia uma discussão: Serra candidato, Marina candidata, Eduardo candidato, Aécio candidato, todo mundo candidato. Quanto menos candidaturas, as chances da presidente [na disputa eleitoral de 2014] se ampliam”, disse, acrescentando que esse é o consenso entre os demais líderes da base.


No sábado, Marina anunciou que estava se filiando ao PSB após ter o registro do seu partido, a Rede, negado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) dois dias antes.


Segundo Guimarães, a presidente não fez comentários sobre o assunto e apenas ouviu as observações dos seus aliados durante a reunião no Palácio do Planalto. O líder do PT disse ainda que o partido não desistiu de ter Campos como aliado em 2014: “Vamos continuar defendendo que volte para o palanque da Dilma”.


Além de Guimarães, também participaram da reunião, entre outros, o líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia, e o líder do PMDB, deputado Eduardo Cunha (RJ).

Jornal Midiamax