Geral

Proprietária afirma que oficina de refrigeração incendiada não tem seguro

A oficina de refrigeração que pegou fogo por volta das 9h30 manhã desta quarta-feira (09) na rua Sergipe,  não tem seguro. A maior preocupação dos proprietários do local é ressarcir os clientes pelos equipamentos que foram consumidos pelas chamas. A oficina fica entre as ruas das Garças e Eduardo Santos Pereira. Edilene Cristovão de Paula, […]

Arquivo Publicado em 06/11/2013, às 14h04

None
1059221479.jpg

A oficina de refrigeração que pegou fogo por volta das 9h30 manhã desta quarta-feira (09) na rua Sergipe,  não tem seguro. A maior preocupação dos proprietários do local é ressarcir os clientes pelos equipamentos que foram consumidos pelas chamas. A oficina fica entre as ruas das Garças e Eduardo Santos Pereira.


Edilene Cristovão de Paula, esposa do proprietário, estava muito nervosa e triste com a situação. “A gente não têm seguro, e não da para ter uma dimensão do prejuízo até os clientes começarem a pedir os aparelhos”, afirma.


Ela afirma que agora a principal preocupação dos proprietários é ressarcir todos os clientes que deixaram equipamentos no local. A perda foi total no prédio e dos aparelhos eletrônicos que estavam ele.


Edilene afirma que a mais de 20 anos a oficina funcionava no local e empregava uma pessoa. Foram utilizados sete mil litros de água para controlar as chamas.

Jornal Midiamax