Geral

Programa Mais Médicos beneficiará mais de 212 mil indígenas, diz governo

Chegam, na próxima semana, a 16 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) 47 profissionais do programa Mais Médicos. Eles somam-se a 75 que já estão atuando nas aldeias, totalizando 122 profissionais em 28 DSEIs. O anúncio foi feito durante a abertura da 5ª Conferência Nacional de Saúde Indígena, realizada na noite de segunda-feira (2), no Centro […]

Arquivo Publicado em 03/12/2013, às 15h31

None

Chegam, na próxima semana, a 16 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) 47 profissionais do programa Mais Médicos. Eles somam-se a 75 que já estão atuando nas aldeias, totalizando 122 profissionais em 28 DSEIs.


O anúncio foi feito durante a abertura da 5ª Conferência Nacional de Saúde Indígena, realizada na noite de segunda-feira (2), no Centro Internacional de Convenções do Brasil, em Brasília (DF) pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Com a chegada de novos profissionais, diz o governo, o programa beneficiará aproximadamente 212 mil indígenas.


Além dos profissionais garantidos pelo programa, a assistência à saúde indígena é feita por 264 médicos que atuam nos 34 DSEI.


“Nós já temos mais de 70 médicos, do Mais Médicos, que vieram de vários países do mundo para atender os povos indígenas que não tinham médicos. Agora, em dezembro nós vamos chegar a 122. O pedido feito por todos os Distritos Sanitários Especiais de Saúde Indígenas, foi termos mais 250 médicos na saúde indígena. Nós, vamos ter até março do ano que vem, ao todo, 250 novos médicos para atender os povos indígenas”, destaca Padilha.

Jornal Midiamax