Geral

Professores de Campo Grande vão ser capacitados para alfabetizar 20 mil crianças

Dados do Censo 2010 revelam que 15,2% das crianças brasileiras em idade escolar não sabem ler, nem escrever.

Arquivo Publicado em 20/02/2013, às 11h53

None
640181436.jpg

Dados do Censo 2010 revelam que 15,2% das crianças brasileiras em idade escolar não sabem ler, nem escrever.

Em Campo Grande, aproximadamente 23 mil crianças da Reme (Rede Municipal de Ensino) vão ser beneficiadas pelo PNAIC (Plano Nacional de Alfabetização na Idade Certa). O programa federal visa garantir a alfabetização de todos os escolares com até oito anos de idade. A iniciativa surgiu a partir dos dados levantados pelo Censo 2010, no qual se verificou que 15,2% das crianças brasileiras em idade escolar não sabem ler, nem escrever.

O programa será realizado em etapas e em conjunto com estados e municípios. Quem não aderir fica sem receber recursos e apoio técnico do MEC (Ministério da Educação). O governo federal vai investir R$ 1,5 bilhão em 2013 e R$ 1,8 bilhão em 2014. Na primeira etapa, serão investidos R$ 925 milhões nos cursos de formação. R$ 300 milhões irão para o fornecimento de material didático e R$ 40 milhões para as avaliações – as ações integram a segunda etapa. Os encontros e fóruns voltados aos mobilizadores sociais receberão o montante de R$ 50 milhões.

A Semed (Secretaria Municipal de Educação) previu que 850 professores vão ser capacitados para alfabetizar os alunos em dificuldade na primeira etapa do programa. Também na Capital, 1,4 mil professores da rede estadual passarão pela formação. Os cursos vão ser ministrados por técnicos da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), informou a técnica da Semed e coordenadora do Pnaic na Reme, Evanir Bordin Sandin.

Sandin explicou que neste ano o foco é na língua portuguesa, já em 2014 a matemática será prioridade. Ela lembra que o programa integra várias ações como a formação de Orientadores de Estudos e professores, material didático, monitoramento e avaliação. A importância do programa, segundo ela, é que ele vem auxiliar as redes, principalmente os municípios menores que tem dificuldade em capacitar os profissionais.

O programa

O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – PNAIC foi implementado no início desse ano para garantir a alfabetização de todas as crianças até os oito anos de idade. O governo federal aportará incentivos financeiros e assistência técnica e pedagógica, visando formar 360 mil professores alfabetizadores até 2015.

Mais de 5.300 municípios brasileiros aderiram ao PNAIC em dezembro do ano passado, uma parte das cidades já começaram as ações do pacto.

Para avaliar os resultados do PNAIC, o Ministério se baseará nos resultados colhidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep, por meio do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – Ideb.

Jornal Midiamax