Geral

Presidentes desejam rápida recuperação a Cristina Kirchner

Os presidentes Dilma Rousseff, Nicolás Maduro (Venezuela) e Juan Manuel Santos (Colômbia) desejaram a rápida recuperação da presidenta da Argentina, Cristina Kirchner. Por recomendação médica, Cristina ficará um mês afastada das atividades políticas e em repouso. A decisão foi tomada após a constatação de problemas causados por um traumatismo craniano. Dilma, Maduro e Santos usa...

Arquivo Publicado em 07/10/2013, às 09h54

None

Os presidentes Dilma Rousseff, Nicolás Maduro (Venezuela) e Juan Manuel Santos (Colômbia) desejaram a rápida recuperação da presidenta da Argentina, Cristina Kirchner. Por recomendação médica, Cristina ficará um mês afastada das atividades políticas e em repouso. A decisão foi tomada após a constatação de problemas causados por um traumatismo craniano.


Dilma, Maduro e Santos usaram a rede social Twitter para manifestar solidariedade. “Força, Cristina. Da Venezuela, te acompanhamos com uma oração amorosa para a presidenta do Sul, que ama a seu povo. Pronta recuperação”, disse o presidente venezuelano.


“Enviamos à presidenta Cristina Kichner uma saudação afetuosa, com os desejos de pronta recuperação”, disse Juan Manuel Santos. A presidenta Dilma Rousseff lembrou que Cristina Kirchner é amiga do Brasil e sua amiga.


Políticos argentinos, tanto governistas quanto de oposição, prestaram solidariedade a Cristina. A presidenta argentina ficará afastada em plena campanha para as eleições legislativas de 27 de outubro. Segundo o comunicado oficial divulgado sábado (5), os médicos determinaram o afastamento dela em decorrência de um traumatismo craniano que sofreu no último dia 12 de agosto.

Jornal Midiamax