Geral

Presidente encerra gestão com cerca de R$ 400 mil em caixa

Atual presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Jocelito Krug (PMDB), revelou, nesta terça-feira (22), encerrar sua gestão com aproximadamente R$ 400 mil em caixa. “Recuperamos as contas da entidade e o novo presidente vai assumir com uma estrutura mínima”, disse. Segundo ele, a arrecadação mensal é em torno de R$ […]

Arquivo Publicado em 22/01/2013, às 13h17

None
1771093257.jpg

Atual presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Jocelito Krug (PMDB), revelou, nesta terça-feira (22), encerrar sua gestão com aproximadamente R$ 400 mil em caixa. “Recuperamos as contas da entidade e o novo presidente vai assumir com uma estrutura mínima”, disse.


Segundo ele, a arrecadação mensal é em torno de R$ 200 mil e provém da contribuição dos municípios. “O maior contribuinte é Campo Grande com cerca de R$ 15,6 mil por mês e o menor é Japorã, com R$ 1,1 mil mensais”, exemplificou.


Krug ainda confirmou o embate de PT e PMDB pelo comando da associação. “O senadores Delcídio do Amaral (PT) e Waldemir Moka (PMDB) pediram votos para seus candidatos”, contou.


Douglas Figueiredo (PSDB), de Anastácio, ganhou o apoio oficial do PT e, nos bastidores, é certa a adesão do PMDB à campanha de Waldeli dos Santos Rosa (PR), de Costa Rica.


Para Krug, é natural o envolvimento partidário na disputa por conta da “visibilidade” do presidente da Assomasul. “Só não pode depois da eleição beneficiar determinados grupos para não prejudicar a associação”, ponderou.


O atual presidente considerou como o principal desafio do sucessor “assimilar a equipe para descobrir a capacidade de cada um a fim de garantir o entrosamento da administração”.

Jornal Midiamax