Geral

Presidente de Tunísia prolonga estado de emergência até junho de 2014

O presidente transitório tunisiano, Moncef Marzouki, prolongou o estado de emergência até o final do mês de junho de 2014, informou neste domingo (3) um comunicado oficial. Marzouki prorrogou por outros oito meses o estado de emergência, que vem sendo renovado a cada três meses desde que entrou em vigor em janeiro do 2011 durante […]

Arquivo Publicado em 03/11/2013, às 14h51

None

O presidente transitório tunisiano, Moncef Marzouki, prolongou o estado de emergência até o final do mês de junho de 2014, informou neste domingo (3) um comunicado oficial.


Marzouki prorrogou por outros oito meses o estado de emergência, que vem sendo renovado a cada três meses desde que entrou em vigor em janeiro do 2011 durante as revoltas populares que acabaram com o regime do então presidente Zine El Abidine Ben Ali.


A medida foi anunciada em um contexto de crise política e de segurança no qual um diálogo nacional entre os partidos governamentais e da oposição tentam encontrar uma solução assim como um novo governo de tecnocratas.

PRIMEIRO-MINISTRO


O secretário-geral do sindicato União Geral dos Trabalhadores Tunisianos (UGTT), Husin Absi, disse ontem à noite que a negociação entre os partidos do governo e a oposição sobre o nome do próximo primeiro-ministro foi prorrogada por 36 horas devido à falta de consenso, informou neste domingo a imprensa local.


Absi anunciou a medida ao cumprir-se o prazo de uma semana para que os partidos do governo e da oposição definissem um novo primeiro-ministro como previa o roteiro do diálogo nacional que se iniciou no fim de semana passado.

Jornal Midiamax