Geral

Prefeitura de Dourados promete obra no Santa Maria

A Prefeitura de Dourados, via assessoria de imprensa, informou que uma operação tapa-buracos  ocorrerá no bairro Santa Maria nos próximos dias. Os moradores da região reclamam do estado das vias, chegando a fazer um protesto inusitado, com um boneco batizado de “Murilo Pescador”, em referência ao prefeito Murilo Zauith (PSB). De acordo com a assessoria […]

Arquivo Publicado em 24/01/2013, às 17h22

None

A Prefeitura de Dourados, via assessoria de imprensa, informou que uma operação tapa-buracos  ocorrerá no bairro Santa Maria nos próximos dias. Os moradores da região reclamam do estado das vias, chegando a fazer um protesto inusitado, com um boneco batizado de “Murilo Pescador”, em referência ao prefeito Murilo Zauith (PSB).

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, “uma operação tapa-buracos está prevista para os próximos dias no bairro Santa Maria, seguindo programação anterior da Secretaria Municipal de Obras”.

A Administração Municipal nega que a operação ocorrerá devido ao protesto dos habitantes. “A Prefeitura entende o direito da população de reclamar, porém não são com protestos que se conseguirão melhorias”, afirmou a assessoria de imprensa. No bairro Santa Maria, somente a operação tapa-buracos está agendada, não tendo prazos para outros tipos de melhorias nas vias.

Segundo os moradores da rua Neli Todesquini, no bairro Santa Maria, há vários meses as vias da região estão com problemas, que não foram resolvidos pela administração municipal, mesmo com contato realizado.

“São vários buracos, não só aqui na rua, mas por toda a cidade. O boneco é um protesto dos moradores. Aqui acontecem vários acidentes por causa dos buracos e ninguém faz nada”, conta o idealizador do boneco, Nelson Jorge, 56 anos.

“Murilo Pescador” fica sentado em uma cadeira na da casa número 1.295 na rua Neli Todesquini. Ele foi feito com garrafas pet e roupas velhas. O boneco está no local há 15 dias e os moradores já ampliaram os protestos, com outros bonecos, segundo Nelson.

Jornal Midiamax