Geral

Prefeitos definem reivindicações que serão levadas a Dilma

Antes de se reunir com a presidenta Dilma Rousseff, às 16h, integrantes da diretoria da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), definem a pauta de reivindicação. O encontro, que começa ao meio-dia, pretendem discutir e aprovar os encaminhamentos que serão levados à presidenta. Em resposta aos protestos ocorridos nos últimos dias no país, por meio de […]

Arquivo Publicado em 24/06/2013, às 13h38

None

Antes de se reunir com a presidenta Dilma Rousseff, às 16h, integrantes da diretoria da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), definem a pauta de reivindicação. O encontro, que começa ao meio-dia, pretendem discutir e aprovar os encaminhamentos que serão levados à presidenta.


Em resposta aos protestos ocorridos nos últimos dias no país, por meio de pronunciamento à nação, na última sexta-feira (21), Dilma prometeu fazer um pacto, com governadores e prefeitos, “em torno da melhoria dos serviços públicos”, contemplando, principalmente, as áreas de transporte, saúde e educação.


Em comunicado, o presidente da FNP e prefeito de Porto Alegre (RS), José Fortunati, defendeu propostas de contratação de médicos estrangeiros, aprovação do Regime Especial de Incentivos para o Transporte Coletivo Urbano e Metropolitano de Passageiros (Reitup) e a incidência da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre a gasolina e o álcool para constituição de um fundo que financie o transporte público coletivo.


“É fundamental que os governantes respondam às reivindicações das ruas. Temos que unir esforços para trabalhar por um país mais justo, mais inclusivo e com oportunidades para toda a população”, disse por meio de nota.


O texto destacou ainda que, para os prefeitos, “as manifestações pacíficas fazem parte da democracia”. Além disso, defendem a pactuação de respostas concretas que atendam às demandas populares pela qualificação do serviço público e o combate à corrupção.

Jornal Midiamax