Geral

Posto de saúde fecha as portas deixa moradores desamparados; veja vídeo

Famílias que precisam de atendimento precisam se deslocar para o posto central em Glória de Dourados, localizado a cerca de 4 km de distância.

Arquivo Publicado em 25/01/2013, às 17h12

None
865549134.jpg

Famílias que precisam de atendimento precisam se deslocar para o posto central em Glória de Dourados, localizado a cerca de 4 km de distância.

O posto de saúde da Vila Industrial em Glória de Dourados – distante a 275 km de Campo Grande, está com as postas fechadas há cerca de um mês. Segundo informações de moradores o fechamento impossibilita que eles retirem medicamentos, recebam atendimento e até mesmo peguem suas fichas para ser atendidos em outros lugares.

A unidade de saúde é responsável pelo atendimento de moradores do BNH e da Vila Industrial, que dá pelo menos um terço da população da cidade e tem o maior número de pessoas carentes de Glória. Famílias que precisam de atendimento precisam se deslocar para o posto central, localizado a cerca de 4 km de distância.

Com isso, o tratamento de muitos pacientes, que precisam da ajuda da saúde pública, está prejudicado.

Dona Júlia, 66, que sofre de diabetes e tem um filho PNE (Portador de Necessidades Especiais), conta que obteve insulina por intermédio de conhecidos, mas que não conseguindo dar continuidade ao tratamento do filho porque está sem a receita médica para adquirir seus remédios.

“Eu fui lá e a enfermeira falou ‘o posto agora vai fechar, se você quiser tirar uma consulta pra ele vai lá em cima!’. Eu falei ‘menina, eu não tenho como ir’. Ai fui na farmácia, o menino disse a hora que trouxer a receita do menino eles entregam o remédio. Quer dizer, a farmácia não tem nada a ver, mas o posto tem”, afirmou Julia.

Segundo ela, o posto não tem nenhum medicamento. “Eu não tinha insulina, que eu tomo toda tarde. Agora to tendo porque uma vizinha foi lá, conversou com o pessoal do posto lá e eles resolveram mandar. No posto daqui eles sabiam que eu tinha que pegar, mas disseram que estavam sem”, afirmou.

Veja vídeo com depoimento da Dona Julia clicando aqui.

A reportagem tentou entrar em contato com o prefeito Arceno Athas Junior (PSB), mas não obteve resposta até o fechamento desta edição. Moradores que pediram para não ser identificados informaram que ele estaria trocando o comando da secretaria de saúde.

Jornal Midiamax