Geral

PMA fecha rinha de galo em assentamento de Jaraguari

Os policiais militares ambientais de Campo Grande deslocaram-se neste domingo (03) ao assentamento Furnas do Rincão, em Jaragauri, em razão de que estaria ocorrendo brigas de galo em um dos lotes. Os policiais chegaram ao local e perceberam que um assentado havia montado uma grande estrutura e promovia no seu lote as rinhas. No momento […]

Arquivo Publicado em 04/11/2013, às 15h06

None

Os policiais militares ambientais de Campo Grande deslocaram-se neste domingo (03) ao assentamento Furnas do Rincão, em Jaragauri, em razão de que estaria ocorrendo brigas de galo em um dos lotes.


Os policiais chegaram ao local e perceberam que um assentado havia montado uma grande estrutura e promovia no seu lote as rinhas. No momento em que os policiais chegaram havia 30 pessoas no local. Foi verificada a atividade de rinha, com crime de maus-tratos e que havia briga no momento em uma das arenas.


Em um barracão havia gaiolas com 40 galos de briga, que o assentado afirmou lhes pertencerem. Os galos foram apreendidos e também duas arenas, que são as repartições onde ocorrem as brigas.


Foram identificadas e qualificadas diversas pessoas que estavam no local, sendo os dados encaminhados à Polícia Civil, que investigará a participação delas no crime. No momento da apreensão, a PMA autuou somente o proprietário, que foi multado administrativamente em R$ 20 mil.


As atividades foram interditadas e o autor responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais domésticos. A pena por maus-tratos é de três meses a um ano de detenção.

Jornal Midiamax