Geral

PMA autua paulista em R$ 1,7 mil com 50 kg de pescado ilegal

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas, que trabalha na operação “Pré-piracema” autuou um homem de 57 anos por pescado ilegal. Ele levou uma multa de R$ 1,7 mil e foi encaminhado a delegacia de Três Lagoas. De acordo com informações a PMA dói acionada na quinta-feira (31) à tarde pela Polícia Rodoviária […]

Arquivo Publicado em 01/11/2013, às 13h03

None
747852497.JPG

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas, que trabalha na operação “Pré-piracema” autuou um homem de 57 anos por pescado ilegal. Ele levou uma multa de R$ 1,7 mil e foi encaminhado a delegacia de Três Lagoas.


De acordo com informações a PMA dói acionada na quinta-feira (31) à tarde pela Polícia Rodoviária Federal, em razão da abordagem de um veículo, onde havia 50 kg de pescado das espécies pintado, dourado, piau, piapara e piracanjuba, sendo esta última proibida à captura, por estar na lista de espécies em extinção, configurando como crime ambiental.


A PMA apreendeu o pescado, pois estava também acima da cota permitida pela legislação, que é de 10 kg mais um exemplar e cinco piranhas por pescador, que também configura crime ambiental.


O homem recebeu voz de prisão e foi conduzido, juntamente com o material apreendido, à delegacia, onde foi autuado em flagrante por transporte de produto da predatória e saiu depois de pagar fiança. A pena para este crime é de um a três anos prisão. O homem também foi multado administrativamente em R$ 1.7 mil.


O pescado será doado a instituições filantrópicas depois de periciado.


Jornal Midiamax