Geral

PM desmantela quadrilha de assaltantes da ‘moto vermelha’

A Polícia Militar desmantelou uma quadrilha composta por quatro pessoas que vinham tirando a tranquilidade dos moradores de Dourados. O grupo ficou conhecido por realizar assaltos utilizando uma moto Honda CG Titan de cor vermelha. Entre os detidos estão dois menores, um de 15 e outro de 16 anos, e dois jovens, um de 19 […]

Arquivo Publicado em 20/02/2013, às 00h32

None

A Polícia Militar desmantelou uma quadrilha composta por quatro pessoas que vinham tirando a tranquilidade dos moradores de Dourados. O grupo ficou conhecido por realizar assaltos utilizando uma moto Honda CG Titan de cor vermelha. Entre os detidos estão dois menores, um de 15 e outro de 16 anos, e dois jovens, um de 19 e outro de 24. O mais velho não participava diretamente dos roubos, mas dava cobertura para os demais.

Na noite desta segunda-feira policiais faziam rondas pela Rua Joaquim Alves Taveira, na Vila Aurora, quando abordaram dois irmãos de 16 anos transitando em uma Honda CG vermelha que estava com a documentação irregular. A dupla foi levada para a delegacia e durante entrevista, um deles disse que era estudante e não levava uma vida criminosa, ao contrário do irmão, que confessou ter participado de assaltos na cidade.

Um menor de 15 anos, morador na Vila Popular foi apontado como um dos comparsas. Ele também foi detido e levado para a delegacia. Na casa do menor de 16 anos, a polícia encontrou uma arma de brinquedo. Em depoimento, a dupla acabou entregando o restante da quadrilha. Um rapaz de 19 anos que reside no Jardim Tropical, e outro de 24 anos que vive na Vila Aurora receberam voz de prisão e confirmaram que vinham roubando.

Segundo a polícia, o grupo participou de pelos menos nove assaltos ocorridos nos últimos dias, e eles estão sendo investigados por participação em outros crimes. Um dos adolescentes de 16 foi ouvido e liberado. O quarteto disse que os jovens de 15, 16 e 19 anos participavam dos roubos, enquanto o de 24 anos os acobertava em sua residência que funcionava como uma espécie de base, onde eles repartiam e guardavam todos os objetos tomados das vítimas.

Eles foram autuados pelos delegados Marcelo Batistela e Adilson Spiguievitz. Agentes do Serviço de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil, assim como homens da Delegacia Especializada em Repressão aos crimes de Fronteira (Defron), continuam investigando em quais outras ações os quatro detidos estariam envolvidos, já que várias vítimas relataram nos últimos dias que foram roubadas por pessoas que utilizavam uma moto vermelha.

Jornal Midiamax