Geral

Pesquisa irregular gera multa de 53 mil a candidato em Jardim

A Juíza eleitoral Penélope Mota Calarge Regasso, da 22ª zona, condenou, na tarde desta quarta-feira (26) Erney Cunha Bazzano Barbosa, candidato do PT a prefeito pela Coligação ‘Novos tempos’ ao pagamento de uma multa no valor de R$ 53.205,00 por divulgação de pesquisa irregular, durante as eleições no município de Jardim. A representação de nº […]

Arquivo Publicado em 27/06/2013, às 01h28

None

A Juíza eleitoral Penélope Mota Calarge Regasso, da 22ª zona, condenou, na tarde desta quarta-feira (26) Erney Cunha Bazzano Barbosa, candidato do PT a prefeito pela Coligação ‘Novos tempos’ ao pagamento de uma multa no valor de R$ 53.205,00 por divulgação de pesquisa irregular, durante as eleições no município de Jardim.

A representação de nº 75-77.2013.6.12.0022, formulada pela Coligação “a força das novas ideias”, aconteceu em face da divulgação de resultado de levantamento de opiniões, sem controle de amostra e que não utiliza método cientifico para sua realização, apresentando larga vantagem do candidato frente aos seus adversários, nas eleições suplementares que estão em andamento naquele município.

Segundo sentença, a pesquisa exibida por Erney não foi confeccionada com a mesma rigidez e confiabilidade que as pesquisas eleitorais, infringindo dessa forma o artigo 33 da Lei 9504/97.

Os advogados do candidato Erney alegaram que assim que percebeu a irregularidade, Erney teria suspendido a publicação. A justiça não acatou sua defesa e a Juíza eleitoral Penélope da 22ª Zona Eleitoral condenou o candidato ao pagamento da multa no valor de R$ 53.205,00 em favor do Conselho da Comunidade de Jardim, já que a pesquisa circulou por vários dias.

Jornal Midiamax