Geral

Paquistão convoca embaixador dos EUA após ataque a drone

O Paquistão convocou neste sábado (2) o embaixador norte-americano no país para pedir explicações sobre o ataque a drone (avião não tripulado) que matou o líder do Talibã paquistanês, Hakimullah Mehsud. A notícia foi divulgada por um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores local. Segundo Islamabad, ataques desse tipo são considerados “uma violação da soberania […]

Arquivo Publicado em 02/11/2013, às 18h10

None

O Paquistão convocou neste sábado (2) o embaixador norte-americano no país para pedir explicações sobre o ataque a drone (avião não tripulado) que matou o líder do Talibã paquistanês, Hakimullah Mehsud.


A notícia foi divulgada por um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores local. Segundo Islamabad, ataques desse tipo são considerados “uma violação da soberania nacional” e o próprio premier paquistanês, Nawaz Sharif, rechaçou o uso de drones em um recente encontro com o presidente dos EUA, Barack Obama.


Também hoje, horas antes da convocação do embaixador, o ministro do Interior do Paquistão, Chaudhry Nisar Ali Khan, havia dito que Washington “sabotou o processo de paz” entre o governo e os rebeldes islâmicos.


O ataque ocorreu ontem em uma região tribal no Waziristão do Norte, no noroeste do país, próximo à fronteira com o Afeganistão. O corpo de Mehsud foi enterrado neste sábado no Paquistão. Membros da cúpula do Talibã, por sua vez, reuniram-se para nomear um novo líder. Segundo fontes locais, o escolhido teria sido Khan Said Sajna, de 36 anos, que até então era o número dois da organização.

Jornal Midiamax