Geral

Pais denunciam suposta troca de leite que causa diarreia em várias crianças de Ceinf

Inicialmente diretora negou o episódio, mas a Prefeitura admitiu que houve casos de crianças passando mal. No Ceinf, a reportagem encontrou responsáveis que foram buscar crianças justamente por estarem com diarreia.

Arquivo Publicado em 31/10/2013, às 17h41

None
2023917981.jpg

Inicialmente diretora negou o episódio, mas a Prefeitura admitiu que houve casos de crianças passando mal. No Ceinf, a reportagem encontrou responsáveis que foram buscar crianças justamente por estarem com diarreia.

Uma mãe, que preferiu não se identificar por medo de represálias, denunciou ao Midiamax que teve de buscar o filho de dois anos por três vezes no Centro de Educação Infantil (Ceinf) Felipe Sáfadi Alves Nogueira, pois ele estava com diarreia.

“Ele estava bem, aí me ligaram para buscar no primeiro dia e no segundo. No terceiro ele ficou bem e hoje me ligaram de novo. Disseram que foi o leite, que trocaram por em pó”, afirmou a mãe ao Midiamax na quarta-feira (30).

Além dele, ela alega que ficou sabendo que outras oito crianças da mesma idade também, supostamente, passaram mal. Para reverter o quadro, a mãe afirma que informaram que trocaram o leite pelo chá.

“Mas todos esses dias passando mal? Eu tenho outro filho e ele não passou mal hora nenhuma, em casa ninguém teve diarreia, fiquei muito preocupada”, afirmou a mãe.

O inspetor de segurança, Mario Rodrigues, de 49 anos, confirmou ao Midiamax que seus dois netos também apresentaram diarreia. “A creche ligou para ir buscar, falaram que trocaram o leite, mas não deixaram a minha filha visitar a cozinha. Os dois voltaram para casa com diarreia hoje”, alegou.

Mario ainda disse que a escola avisou que trocaria o leite por chá, mas ao questionar os netos, um de dois anos e outro de três, eles afirmaram que tomaram leite pela manhã desta quarta-feira (30).

A reportagem foi até a creche que fica no Jardim Aeroporto II e foi recebida pela diretora do local que inicialmente disse desconhecer a situação. Porém, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Campo Grande informou que, de acordo com a mesma diretora, três crianças tiveram diarreia, em um dia da semana passada.

A prefeitura ainda informou que “na dúvida, naquele dia suspenderam o leite para elas, oferecendo-lhes chá. No dia seguinte, as crianças estavam bem e voltaram a consumir o leite”. Não foi confirmado se houve a troca de leite por leite em pó.

Na saída da creche o Midiamax encontrou a cuidadora Nilsa Souza, de 51 anos, que foi buscar a sobrinha de dois anos justamente por ela estar com diarreia. “Não sei se é coincidência. Também não sei se ela teve outro episódio nesta semana, mas vim porque a mãe dela não pode buscar e ela está mesmo com diarreia”, afirmou.

Já outra mãe, Elizabeth Gomes, também foi buscar seu filho de dois anos na creche, mas negou que ele estivesse passando mal ou que teve diarreia nesta semana.

Outro caso

O mesmo Ceinf já foi alvo de outras denúncias, em agosto deste ano. Cerca de 90 pais assinaram um documento entregue à vereadora Carla Stephanini (PDMB) reclamando que os filhos supostamente estavam saindo da creche sem banho e assadas.

Jornal Midiamax