Geral

Operação quer desarticular quadrilha que inseria informações falsas em declarações de dívidas tributárias

A Receita Federal, Polícia Federal e Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional deflagraram hoje (6), em São Paulo, a Operação Protocolo Fantasma. O objetivo é desarticular uma organização criminosa responsável pela inserir informações falsas em declarações, com o objetivo de reduzir ou eliminar ilegalmente dívidas tributárias. A Receita também informou que a organização atuava em t...

Arquivo Publicado em 06/11/2013, às 15h54

None

A Receita Federal, Polícia Federal e Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional deflagraram hoje (6), em São Paulo, a Operação Protocolo Fantasma. O objetivo é desarticular uma organização criminosa responsável pela inserir informações falsas em declarações, com o objetivo de reduzir ou eliminar ilegalmente dívidas tributárias.


A Receita também informou que a organização atuava em todo o território nacional vendendo serviços de assessoria tributária, com clientes em 19 estados brasileiros.


A Receita detectou a tentativa de compensar, de forma fraudulenta, os tributos de seus clientes, como títulos públicos sem valor e informações de valores de depósitos judiciais inexistentes.


O prejuízo aos cofres públicos, caso as fraudes fossem concretizadas, poderia chegar a R$ 1 bilhão. A operação foi denominada Protocolo Fantasma em alusão à tentativa de usar processos administrativos fictícios pela organização criminosa.

Jornal Midiamax