Geral

Obama e Bush viajam à África do Sul para homenagear Mandela

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e sua esposa Michelle viajarão à África do Sul na próxima semana para homenagear Nelson Mandela, falecido na quinta-feira, acompanhados de seus antecessores George e Laura Bush, anunciou na sexta-feira a Casa Branca. “O presidente Obama e a primeira-dama irão à África do Sul na próxima semana para […]

Arquivo Publicado em 07/12/2013, às 15h14

None

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e sua esposa Michelle viajarão à África do Sul na próxima semana para homenagear Nelson Mandela, falecido na quinta-feira, acompanhados de seus antecessores George e Laura Bush, anunciou na sexta-feira a Casa Branca.


“O presidente Obama e a primeira-dama irão à África do Sul na próxima semana para prestar homenagem a Nelson Mandela e participar das cerimônias em sua memória”, indicou o porta-voz da presidência, Jay Carney, sem fornecer mais detalhes.


Carney prometeu no breve comunicado fornecer mais detalhes sobre a logística da viagem quando eles estiverem disponíveis.


O antecessor de Obama, George W. Bush, aceitou o convite da Casa Branca para viajar à África do Sul acompanhado de sua esposa, Laura, no Air Force One, para participar da homenagem a Mandela, revelou Freddy Ford, porta-voz do ex-presidente republicano.


O pai de Bush, o também ex-presidente George H. W, Bush, de 89 anos, foi convidado, mas declinou devido ao seu frágil estado de saúde, que não permite viagens longas, informou seu porta-voz, Jim McGrath.


Já o ex-presidente Bill Clinton confirmou que irá à África do Sul.


Na sexta-feira, o presidente sul-africano, Jacob Zuma, comunicou que uma cerimônia nacional em memória de Mandela, falecido aos 95 anos, será realizada no dia 10 de dezembro no estádio de Soweto. O símbolo da luta contra o apartheid será enterrado no dia 15 de dezembro, em seu povoado de Qunu (sul), segundo Zuma.


A próxima semana foi declarada “semana nacional de luto” na África do Sul, começando no domingo, 8, com o “dia nacional de oração e reflexão”.


Também na sexta-feira, Obama telefonou para a viúva de Mandela para dar os pêsames pelo falecimento do ex-presidente, informou a Casa Branca em um comunicado.


“O presidente Obama falou por telefone com Graça Machel para expressar as condolências da família Obama e do povo americano pelo falecimento de seu marido, Nelson Mandela”.


Durante o telefonema, o presidente destacou “a profunda influência que Nelson Mandela teve sobre ele, e ressaltou o exemplo que o presidente Mandela foi para o povo da África do Sul e para o mundo inteiro”.

Jornal Midiamax