Geral

“O resultado fica para a história, o jogo bonito passa”, diz Felipão

Antes da final da Copa das Confederações contra a Espanha, Luiz Felipe Scolari fez questão de deixar claro que sua filosofia segue sendo a de que o resultado final é sempre o que importa. Contra uma equipe que é tida como a melhor do mundo e que joga um futebol vistoso, o treinador minimizou o […]

Arquivo Publicado em 30/06/2013, às 01h17

None

Antes da final da Copa das Confederações contra a Espanha, Luiz Felipe Scolari fez questão de deixar claro que sua filosofia segue sendo a de que o resultado final é sempre o que importa.


Contra uma equipe que é tida como a melhor do mundo e que joga um futebol vistoso, o treinador minimizou o “jogo bonito” e diz apostar na vitória mesmo sem dar espetáculo. 


“Nós jogamos uma Copa do Mundo jogando bonito e não ganhamos. Sacrificamos o resultado pelo espetáculo. A Espanha vem jogando bem, bonito e ganhando”, disse o treinador.


“A seleção de 2002 foi excelente, jogou bonito, fez 17 gols, sei lá, tomou três e ganhou. Todo mundo quer jogar bonito e ganhar. O resultado fica para a história, o jogo bonito passa. Essa é a minha filosofia”, defendeu Scolari.


Neste domingo, Felipão comandará o Brasil na final da Copa das Confederações, no Maracanã, contra a Espanha.

Jornal Midiamax