Geral

Nova ilha japonesa nascida de vulcão dobra de tamanho

A recém-formada ilha japonesa a cerca de mil quilômetros ao sul de Tóquio dobrou de tamanho nas últimas duas semanas devido à forte atividade vulcânica, informou nesta terça-feira a Guarda Costeira japonesa. A nova ilha mede agora 250 metros de largura e 200 de comprimento e está localizada ao sudeste da desabitada ilha vulcânica de […]

Arquivo Publicado em 03/12/2013, às 15h41

None

A recém-formada ilha japonesa a cerca de mil quilômetros ao sul de Tóquio dobrou de tamanho nas últimas duas semanas devido à forte atividade vulcânica, informou nesta terça-feira a Guarda Costeira japonesa.

A nova ilha mede agora 250 metros de largura e 200 de comprimento e está localizada ao sudeste da desabitada ilha vulcânica de Nishinoshima, que pertence ao pequeno arquipélago de Ogasawara, muito afastado da principal ilha do Japão.

A Guarda Costeira japonesa sobrevoou a ilhota na segunda-feira e avistou uma terceira cratera na ilha que emerge do magma vulcânico.

Um vulcanólogo japonês sobrevoou a região na semana passada e afirmou que a nova ilha será permanente, já que aparentemente o magma se solidificou e endureceu na superfície.

A Guarda Costeira observou a atividade vulcânica pela primeira vez em 21 de novembro e, uma semana depois, a formação já havia crescido mais de 20 metros de altura.

A equipe divulgou imagens de uma coluna de fumaça branca de cerca de 600 metros e outra nuvem negra criada pelas violentas explosões geradas no interior do vulcão.

Essa é a primeira erupção que ocorre em Nishinoshima em quase 40 anos, depois que a ilha aumentou seu tamanho entre 1973 e 1974 devido também à intensa atividade vulcânica.

Nishinoshima se encontra a 130 km da ilha habitada mais próxima, por isso considera-se que essa atividade vulcânica não põe nenhuma cidade ou vila em risco.

Jornal Midiamax