Geral

MPMS realiza reunião para tratar da incidência da Mosca do Estábulo

Na última sexta-feira (28), a Procuradora de Justiça Marigô Regina Bittar Bezzera, Coordenadora do Centro de Apoio do Meio Ambiente (CAOMA) realizou uma reunião de trabalho para tratar da incidência da Mosca do Estábulo em propriedades rurais, nos Municípios de Maracaju e Nova Alvorada do Sul. O encontro aconteceu na sala de reuniões da Procuradoria-Geral […]

Arquivo Publicado em 01/07/2013, às 13h29

None

Na última sexta-feira (28), a Procuradora de Justiça Marigô Regina Bittar Bezzera, Coordenadora do Centro de Apoio do Meio Ambiente (CAOMA) realizou uma reunião de trabalho para tratar da incidência da Mosca do Estábulo em propriedades rurais, nos Municípios de Maracaju e Nova Alvorada do Sul. O encontro aconteceu na sala de reuniões da Procuradoria-Geral de Justiça.

Participaram da reunião os Promotores de Justiça Eduardo Franco Cândia, do Núcleo Ambiental do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente, Luiz Eduardo de Souza Sant’Anna Pinheiro, da Comarca de Nova Alvorada do Sul, Estéfano Rocha Rodrigues da Silva, da Comarca de Maracaju, Gláucia Pace de Castro, Assessora Jurídica do Núcleo Ambiental do CAOMA, Maria Luiza de Lima Ribeiro Marques e Daniel Rodrigues dos Santos, técnicos do DAEX.

A reunião de trabalho tratou da incidência da Mosca do Estábulo nas propriedades situadas nos municípios de Nova Alvorada do Sul e Maracaju, que deram ensejo a reclamações de produtores rurais, bem como a instauração de Inquéritos Civis pelas respectivas Promotorias de Justiça.

Na ocasião, foi traçado um plano de atuação que será realizado pelo DAEX, em conjunto com o Núcleo Ambiental e o CAOMA, com a finalidade de auxiliar as Promotorias de Justiça, bem como um plano de atuação a ser realizado pelas Promotorias de Justiça.

Jornal Midiamax