Geral

Motoristas de transporte escolar paralisam e protestam em Ivinhema

Motoristas de transporte escolar paralisaram as atividades nesta manhã de segunda-feira (04), e cruzaram os braços em reivindicação por melhorias no setor, através de um protesto pacífico em Ivinhema – distante a 297 km de Campo Grande. Conforme apuração, a paralisação vem sendo cogitado há dias, mas a atual administração não fez questão do acordo […]

Arquivo Publicado em 04/11/2013, às 14h06

None
657390332.bmp

Motoristas de transporte escolar paralisaram as atividades nesta manhã de segunda-feira (04), e cruzaram os braços em reivindicação por melhorias no setor, através de um protesto pacífico em Ivinhema – distante a 297 km de Campo Grande.


Conforme apuração, a paralisação vem sendo cogitado há dias, mas a atual administração não fez questão do acordo e hoje prejudica aproximadamente 1.000 alunos que ficam sem o transporte escolar e uma das escolas mais prejudicadas é a escola municipal agrícola que fica na Vila Cristina, sendo aproximadamente 250 alunos que ficam sem transporte.


Os motoristas querem a volta da gratificação já que os motoristas fazem uma jornada de trabalho diferente, no qual eles ficam à disposição do município mais de 8 horas, com o corte de 10 % do valor percentual, a maioria dos motoristas teve uma perda de R$ 100 a R$ 120 reais.


Outra reivindicação é a questão da data base, da qual não foi cumprindo e tem uma lei com previsão de cumprimento em maio.


Diante disso, os motoristas paralisam os serviços hoje sendo mantida a regularidade na prestação do serviço o quantitativo mínimo para a manutenção da legalidade, ficando determinada em 30% de acordo com os previstos em lei.


Durante esta segunda-feira os motoristas ficaram cumprindo a sua jornada de trabalho em frente à Prefeitura Municipal de Ivinhema e a Secretaria de Educação e ficarão à disposição para negociar as reivindicações votadas na Assembleia Geral, com o prefeito Tuta, a secretaria de educação Rose Franzoni e também o secretario de finanças Rogério Câmara para que não haja nenhum equívoco durante as negociações.


Na frente da secretaria de educação os motoristas e o SINSPIV (Sindicato dos Servidores Públicos de Ivinhema) mostram faixas com um recado para o prefeito Tuta “Sr. Prefeito Respeito ao funcionário 04/11” e “Sem redução de 10%, reposição salarial já, cumpra a data base”.


IVINHEMA TEM O SEGUNDO MAIOR REPASSE DE TRANSPORTE ESCOLAR DE MS


O município de Ivinhema recebe a segunda maior fatia do repasse de transporte escolar de Mato Grosso do Sul, mas mesmo assim não há uma valorização digna para a classe dos motoristas, o repasse de Ivinhema é de R$ 135.366, ficando atrás apenas do município de Ponta Porã.

Jornal Midiamax