Geral

Moradores temem que novo posto em área nobre desative UBSF São Benedito

A unidade atende quatro bairros e o novo posto fica em área nobre e população teme por não haver linhas de ônibus próxinas

Arquivo Publicado em 21/12/2013, às 12h31

None
1169678725.jpg

A unidade atende quatro bairros e o novo posto fica em área nobre e população teme por não haver linhas de ônibus próxinas

Os moradores da Comunidade Negra Tia Eva e demais bairros da região temem que inauguração da UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) Jardim Paradiso desative a UBSF São Benedito. De acordo com a presidente da Associação de Moradores da Comunidade, Lúcia da Silva, a unidade atende quatro bairros e o novo posto fica em área nobre, além de não possuir linhas de ônibus por perto para deslocamento.


A UBSF do Jardim Paradiso teve ordem de serviço expedida em julho de 2012, durante a gestão do ex-prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) e conforme o anuncio agregaria também a UBSF São Bendito, atualmente localizada na Rua do Seminário. De acordo com a vice-presidente da associação, Vânia Batista Duarte, na época, os moradores não foram avisados da transferência da unidade.


Sabendo da possibilidade durante este ano, na  gestão do prefeito Alcides Bernal (PP), os moradores se mobilizaram por meio do Conselho de Saúde da região para garantir a permanência da unidade no bairro. “Mobilizamos-nos para não irmos para lá por conta da distancia”, afirma Vânia.


De acordo com a presidente, em setembro deste ano houve duas reuniões com uma comissão de moradores, sendo a última com o atual secretário de Saúde, Ivandro Fonseca, para expor a situação.


Na ocasião, o secretário garantiu a o aluguel da casa onde fica a UBSF São Benedito até 2014 e afirmou que até o final deste período uma emenda seria feita para a compra do local. Apesar disso, a placa da atual gestão colocada na obra do Jardim Paradiso ainda indica que a unidade vái agregar a UBSF São Benedito.


“O secretário chegou a falar que o espaço atual é pequeno, mas o posto passou por obra de ampliação recentemente”, afirma Vânia. Além da comunidade, a unidade atende os bairros Jardim Seminário I, Vila São Roque e Vila Saraiva.


Obra parada


Além de correr o risco de desativar outra unidade de saúde, a UBSF do Jardim Paradiso está com a obra parada. Iniciado há mais de um ano, o local está rodeado por matagal e a reportagem não constatou funcionários trabalhando na obra. “Faz um ano que estou morando aqui, pararam e não mexeram mais”, afirma a estudante de direito Amanda Alves Pereira, de 20 anos.


De acordo com a estudante, durante duas vezes que ficou doente teve de recorrer à unidade de saúde do bairro Coronel Antonino.  “Embora o bairro seja novo faz falta um posto na região”, analisa.


Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Campo Grande, a UBSF Jardim Paradiso está com 70% da obra concluída e a previsão de entrega é para março de 2014. E a promessa é de que a UBSF Jardim Paradiso não substitua a UBSF São Benedito.  




Jornal Midiamax