Geral

Ministério Público investiga danos causados por mineração da Vale em região pantaneira

O Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul (MPF/MS) irá apurar os impactos da extração de minério de ferro, após moradores da comunidade Antônio Maria Coelho, em Corumbá, reclamam da degradação de recursos hídricos após a instalação da indústria de mineração e siderurgia na região. Segundo o MPF, no ano passado, a Empresa Mineração […]

Arquivo Publicado em 06/11/2013, às 19h31

None

O Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul (MPF/MS) irá apurar os impactos da extração de minério de ferro, após moradores da comunidade Antônio Maria Coelho, em Corumbá, reclamam da degradação de recursos hídricos após a instalação da indústria de mineração e siderurgia na região.
Segundo o MPF, no ano passado, a Empresa Mineração Corumbaense Reunida (Vale) solicitou Licença Prévia para expandir suas atividades em 138,6%, aumentando a retirada de minério de ferro de 4,4 milhões de toneladas por ano para 10,5 milhões.
O pedido ainda está em andamento no Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e pode agravar conflitos locais causados pela má qualidade da água.

Jornal Midiamax