Geral

Médicos avaliam cirurgia para PM baleado em assalto na avenida Júlio de Castilho

O soldado da Polícia Militar Wagner Pinheiro da Silva, alvejado por dois tiros em uma sorveteria na avenida Júlio de Castilho no Jardim Panamá em Campo Grande na noite deste domingo (7), ainda está na Santa Casa. Os médicos estão avaliando a necessidade de se fazer uma cirurgia para a retirada do projétil. De acordo […]

Arquivo Publicado em 08/10/2013, às 13h46

None

O soldado da Polícia Militar Wagner Pinheiro da Silva, alvejado por dois tiros em uma sorveteria na avenida Júlio de Castilho no Jardim Panamá em Campo Grande na noite deste domingo (7), ainda está na Santa Casa. Os médicos estão avaliando a necessidade de se fazer uma cirurgia para a retirada do projétil.


De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o homem levou dois tiros sendo que um saiu e o outro está alojado em algum local do tórax. Os médicos ainda não tem certeza se uma cirurgia será necessária.


O quadro de Wagner é estável. O soldado tentou impedir um assalto na sorveteria momento em que levou dois tiros no tórax.


No momento da ação, o revólver do PM travou. Em reação o bandido então efetuou vários disparos, sendo que dois acertaram o soldado.


Posteriormente o ladrão fugiu na garupa da moto de um comparsa. Segundo testemunhas, o outro ladrão, esperava pelo autor na rua Flamingos. Ambos estavam em uma moto prata muito barulhenta.


O delegado Natanal Balduíno do 7° DP, informou que a Polícia Civil irá analisar imagens de circuitos internos de câmeras na região, na tentativa de identificar os autores.

Jornal Midiamax