Geral

Médico douradense morre com suspeita de dengue hemorrágica

Faleceu neste domingo em Dourados o médico Munir Faker, 66 anos, com suspeita de dengue hemorrágica. Ele era filho dos pioneiros Hayel Bon Faker e Carmem Soares Faker. O corpo está sendo velado no Memorial Primavera (próximo ao Atacadão). O sepultamento está previsto para acontecer às 16 horas desta segunda-feira, no Cemitério Santo Antônio de […]

Arquivo Publicado em 18/02/2013, às 12h50

None
17956221.jpg

Faleceu neste domingo em Dourados o médico Munir Faker, 66 anos, com suspeita de dengue hemorrágica. Ele era filho dos pioneiros Hayel Bon Faker e Carmem Soares Faker.


O corpo está sendo velado no Memorial Primavera (próximo ao Atacadão). O sepultamento está previsto para acontecer às 16 horas desta segunda-feira, no Cemitério Santo Antônio de Pádua.


Boletim recente divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Dourados, Departamento de Vigilância em Saúde, mostra que o índice de casos de dengue continua abaixo da média estadual.


No ranking de incidência, o município ocupa a posição 52 de 78, e até então, não havia apresentado nenhum caso de hospitalização, óbito ou agravamento pela doença até o momento.

Jornal Midiamax