Geral

Massa bate no muro; Rosberg é o mais rápido da sexta-feira

Depois de Daniel Ricciardo dominar o primeiro treino livre para o GP de Silverstone, na Inglaterra, os pilotos voltaram às atividades com a pista mais seca e quem terminou como o mais rápido foi Nico Rosberg, que cravou 1min32s248 deixou para trás a dupla Red Bull. Enquanto isso, o dia não foi bom para Felipe […]

Arquivo Publicado em 28/06/2013, às 14h48

None

Depois de Daniel Ricciardo dominar o primeiro treino livre para o GP de Silverstone, na Inglaterra, os pilotos voltaram às atividades com a pista mais seca e quem terminou como o mais rápido foi Nico Rosberg, que cravou 1min32s248 deixou para trás a dupla Red Bull. Enquanto isso, o dia não foi bom para Felipe Massa, que bateu pelo terceiro final de semana seguido e foi obrigado a abandonar as atividades.

Pior no primeiro treinamento do dia, o brasileiro novamente não apresentou um bom desempenho e perdeu o controle do seu carro quando faltava pouco mais de uma hora para o final da atividade. Após colidir a parte dianteira do F138 com o muro, Massa não conseguiu retornar à pista. Nos últimos dois GPs, o piloto também se envolveu em acidentes. Em Mônaco, ele colidiu no treinamento e durante a prova. Já no Canadá ele também bateu durante os testes.

Após um treino improdutivo, em que os pilotos demoraram a ir para a pista, o segundo foi diferente e o primeiro a cravar a volta mais rápida foi Sebastian Vettel, superando em dez segundos a marca imposta por Ricciardo.

Em uma briga acirrada com o tricampeão da categoria, Rosberg diminuiu seu tempo em diversas ocasiões para bater o alemão. Mantendo a Mercedes sempre na frente, o piloto anotou 1min32s248 e se garantiu como o mais rápido. Mark Webber, que anunciou seu abandono da Fórmula 1 no final da temporada, mostrou que continuará se dedicando até o final de seu contrato e terminou na segunda posição, seguido pelo companheiro Vettel.

Para confirmar o bom desempenho da Force India durante toda a atividade, Paul di Resta correu bem e se garantiu como o quarto mais rápido, com a marca de 1min32s832. A Mercedes garantiu dois pilotos entre os cinco primeiros e teve Lewis Hamilton na quinta colocação, 0s663 mais lento do que Rosberg.

Também apontada como um dos destaques do treino, a Toro Rosso surpreendeu e garantiu a dobradinha na sexta e na sétima colocação, com Daniel Ricciardo e Jean-Éric Vergne, respectivamente, deixando para trás outras grandes equipes.

Adrian Sutil terminou na oitava colocação, seguido por Romain Grosjean, da Lotus. Fernando Alonso, melhor piloto da Ferrari, só apareceu na décima posição, 1s246 mais lendo do que o líder.

Confira como terminou o segundo treino livre para o GP da Inglaterra:

1. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1min32s248

2. Mark Webber (AUS/Red Bull) – 1min32s547

3. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – 1min32s680

4. Paul di Resta (ESC/Force India) – 1min32s832

5. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – 1min32s911

6. Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso) – 1min33s171

7. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso) – 1min33s290

8. Adrian Sutil (ALE/Force India) – 1min33s313

9. Romain Grosjean (FRA/Lotus) – 1min33s322

10. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1min33s494

11. Jenson Button (ING/McLaren) – 1min33s740

12. Nico Hülkenberg (ALE/Sauber) – 1min33s896

13. Kimi Räikkönen (FIN/Lotus) – 1min34s120

14. Sergio Pérez (MEX/McLaren) – 1min34s130

15. Esteban Gutiérrez (MEX/McLaren) – 1min34s998

16. Valtteri Bottas (FIN/Williams) – 1min35s070

17. Pastor Maldonado (VEN/Williams) – 1min35s127

18. Jules Bianchi (FRA/Marussia) – 1min35s802

19. Giedo van der Garde (HOL/Caterham) – 1min35s984

20. Charles Pic (FRA/Caterham) – 1min36s079

21. Max Chilton (ING/Marussia) – 1min37s329

22. Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1min43s466

Jornal Midiamax