Geral

Mano estreia e Flamengo vence São Paulo

O Flamengo venceu o São Paulo por 1 a 0 em amistoso disputado na noite deste sábado, em Uberlândia (MG). A partida marcou a estreia do técnico Mano Menezes no comando do Rubro-Negro e serviu para ambas as equipes se prepararem para o retorno do Campeonato Brasileiro e decisão da Recopa, respectivamente. Diferenças cruciais foram […]

Arquivo Publicado em 30/06/2013, às 16h35

None
1855056091.jpg

O Flamengo venceu o São Paulo por 1 a 0 em amistoso disputado na noite deste sábado, em Uberlândia (MG). A partida marcou a estreia do técnico Mano Menezes no comando do Rubro-Negro e serviu para ambas as equipes se prepararem para o retorno do Campeonato Brasileiro e decisão da Recopa, respectivamente.


Diferenças cruciais foram notadas no primeiro e segundo tempo do amistoso. Nos primeiros 45 minutos, o São Paulo jogava melhor, tendo um Flamengo sonolento em campo. Já após o intervalo, a situação mudou de lado e Mano Menezes pode enfim ver no gramado um resultado dos treinos que promoveu ao longo da semana.


O amistoso começou com os jogadores de Flamengo e São Paulo se poupando bastante. Pouca criatividade era notada e jogadas de perigo quase não foram vistas nos minutos iniciais, ao contrário dos erros de passe e finalização, panorama que mais pode ser observado dentro das quatro linhas.


A primeira chance de gol foi criada apenas aos 16 minutos, a favor do Flamengo. Marcelo Moreno recebe um excelente passe dentro da grande área, driblou Rogério Ceni e, de cara para o gol, acabou não mantendo o equilíbrio e desperdiçou a oportunidade de abrir o marcador.


Mais falhas – o que mais foi visto na etapa inicial – aconteceram aos 27 e 33 minutos, para São Paulo e Flamengo, respectivamente. No caso do Tricolor, Lucas Evangelista finalizou de fora da área, mas acertou muito longe da meta defendida pelo goleiro Felipe. Já no caso do Rubro-Negro, João Paulo tentou cruzar da esquerda em uma boa jogada, mas chutou grama e perdeu a posse para o adversário.


Na volta do intervalo, o Flamengo manteve o time, enquanto o São Paulo promoveu nove alterações, deixando apenas dois jogadores no banco de reservas. Com um time de mais qualidade em campo, o Rubro-Negro acordou e começou a demostrar vontade de jogar, buscando o gol a todo instante.


A prova disso aconteceu logo aos oito minutos do segundo tempo, quando Cáceres foi puxado por Alan na grande área e o árbitro Alício Pena Júnior assinalou a penalidade. Léo Moura pegou a responsabilidade para si próprio e bateu, mas o goleiro Denis acabou defendendo de uma forma até fácil, já que o lateral-direito do Flamengo foi muito mal na cobrança.


Apesar do pênalti desperdiçado, o Flamengo se manteve ofensivo e conseguiu marcar o seu gol aos 12 minutos da etapa final. Paulinho, o melhor jogador do Rubro-Negro no amistoso, deu um chapéu no adversário e tocou de forma perfeita para Marcelo Moreno, que bateu cruzado e inaugurou o placar: 1 a 0 diante do São Paulo.


Com o placar favorável, o Flamengo freou um pouco na ofensividade, até porque o São Paulo parecia não ligar para a derrota por pensar na decisão da Recopa na quarta-feira – o time paulista ainda teve uma chance nos acréscimos com Ademilson, mas Felipe fez boa defesa. Entretanto, o amistoso foi um bom teste para ambas as equipes e Mano Menezes, em sua estreia pelo Rubro-Negro, pode observar que ainda há pontos a serem melhorados, mas o trabalho inicial conseguiu ter um bom resultado no gramado.


Léo Moura aprova partida contra o São Paulo


Mesmo tendo desperdiçado um pênalti, quando a partida ainda estava 0 a 0, o lateral-direito Léo Moura se demonstrou bastante satisfeito com o triunfo.


“Agora é só continuar para reestrear no Brasileirão. Criamos bastantes jogadas, estamos de parabéns”, disse o experiente jogador, que ainda lamentou o fato de ter perdido uma penalidade máxima.


“Quero fazer os gols e ajudar o Flamengo, apesar de ter desperdiçado o pênalti”, disse.


O próximo desafio do Fla será pelo Brasileirão, no próximo sábado, contra o Coritiba. O jogo será no estádio Mané Garrincha, em Brasília, às 18h30.

Jornal Midiamax